Esportes

​Hamilton leva GP da Austrália e Nasr faz história em estreia na F-1

Da Redação ·
Hamilton supera Rosberg e crava a pole no Canadá; Massa decepciona - Foto: Divulgação
Hamilton supera Rosberg e crava a pole no Canadá; Massa decepciona - Foto: Divulgação

Em uma prova marcada por abandonos e por uma consistente estreia de Felipe Nasr, Lewis Hamilton se manteve longe dos problemas e venceu o GP da Austrália de ponta a ponta.

continua após publicidade

O inglês, que já é o quinto maior vencedor da história da Fórmula 1, triunfou pela 34ª vez na categoria. Nico Rosberg, em uma dobradinha da Mercedes, manteve-se a menos de 2s do companheiro por quase toda a prova, mas não conseguiu pressionar o atual campeão mundial e foi o segundo. Em sua primeira corrida pela Ferrari, Sebastian Vettel ganhou a posição de Felipe Massa nos boxes e conquistou um pódio, em terceiro. O piloto da Williams cruzou em quarto.

Mas quem roubou a cena foi Nasr, que se tornou o melhor estreante brasileiro da história da Fórmula 1, com o quinto lugar, superando o sétimo posto de Chico Serra no GP dos Estados Unidos de 1981, a bordo da Copersucar.

continua após publicidade

O brasiliense de 22 anos fez uma boa largada e manteve um ritmo forte por toda a prova para superar a Red Bull de Daniel Ricciardo, em uma briga particular que durou praticamente toda a prova. 

O resultado, ainda, marcou a primeira vez desde o GP da Grã-Bretanha de 2009 que dois brasileiros chegaram entre os cinco primeiros colocados. na ocasião, Rubens Barrichello foi terceiro e Felipe Massa, o quarto.

Grid esvaziado Dos 20 carros do grid original, apenas 15 largaram. A lista de ausentes começou com dois carros da Manor, que sequer andaram durante todo o final de semana.

continua após publicidade

E Valttei Bottas, da Williams, sentiu dores nas costas ainda na classificação, não passou pela avaliação dos médicos da FIA e ficou de fora da prova.

Outros dois carros ficaram pelo caminho: Kevin Magnussen, por sua vez, ficou pelo caminho quando estava dando as voltas de checagem de sistemas antes de alinhar no grid, e estacionou na área de escape com fumaça saindo de sua McLaren.

De acordo com o CEO da equipe, Ron Dennis, o dinamarquês, que substitui Fernando Alonso, sofreu uma "quebra de motor". Minutos depois, o mesmo aconteceu com Daniil Kvyat, no que seria sua estreia pela Red Bull. A suspeita é de uma quebra de câmbio.

Confira matéria completa AQUI