Mais lidas
Esportes

Argentino admite surpresa com Feijão e esperava mais erros do brasileiro

.

PAULO ROBERTO CONDE, ENVIADO ESPECIAL
BUENOS AIRES, ARGENTINA (FOLHAPRESS) - Derrotado por João Souza, o Feijão, na partida de abertura do confronto entre Brasil e Argentina, pelo Grupo Mundial da Copa Davis, Carlos Berlocq afirmou ter se surpreendido com o paulista.
"Eu esperava que Souza errasse um pouco mais em alguns momentos [decisivos]", afirmou o argentino, 67º do ranking mundial, após o jogo.
Berlocq chegou a liderar a partida por 2 sets a 1, mas sucumbiu no quinto set o brasileiro (as parciais foram 6/4, 3/6, 5/7, 6/3 e 6/2, em quatro horas e 57 minutos). O duelo ocorreu no complexo multiúso Tecnópolis, em Buenos Aires.
Feijão cometeu 105 erros não forçados no jogo, mas obteve bolas vencedoras e saques precisos em situações decisivas, o que incomodou o rival.
"Nos últimos anos, Souza mostrou ser intermitente, mas provou estar passando pelo melhor momento de sua carreira", disse. "Eu tive a possibilidade de vencer a partida [no quarto set], foi uma lástima não ter conseguido."
O argentino chegou a ter 3 a 1 na quarta parcial, mas perdeu cinco games seguidos para Feijão.
"Por ser um jogo de cinco sets, achei que por ser longo me daria vantagem. Agora já foi, perdi, estou muito triste", resignou-se. "Agora, é recuperar e pensar nos próximos dias. O saque do Feijão, alto, na minha esquerda, fez diferença", contou.
Berlocq afirmou que sentiu um pouco de nervosismo, mas o que pesou foi o psicológico.
"É Copa Davis. Então, é normal sentir medo e pressões. Em outros casos, senti isso e acabei ganhando. Hoje, acabei perdendo."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber