Esportes

Webber dá troco e obtém vitória na Inglaterra

Da Redação ·
 Na largada, Mark Webber (esq.) surpreendeu Sebastian Vettel
fonte: R7
Na largada, Mark Webber (esq.) surpreendeu Sebastian Vettel

É muito provável que o GP da Inglaterra tenha provocado um divisor de águas na Red Bull. Depois de reclamar de um suposto favorecimento da equipe a Sebastian Vettel no treino de classificação, Mark Webber venceu a prova disputada neste domingo (11) em Silverstone muito por conta de uma tensa disputa de posição com o companheiro, que era o pole. O alemão tentou jogar o carro em cima do parceiro, mas levou a pior e caiu para o último lugar. Assim, a vitória caiu no colo do australiano, que só manteve o ritmo durante a corrida.

continua após publicidade

E depois de cruzar a linha de chegada, ao conversar com os engenheiros da RBR pelo rádio, Webber foi irônico: “Nada mal para um segundo piloto”. A principal reclamação do australiano é a decisão do time de entregar a nova asa desenhada por Adrian Newey, projetista-chefe, apenas para Vettel neste fim de semana.

continua após publicidade

Quem também se aproveitou da briga entre os pilotos da Red Bull foi Lewis Hamilton, que teve o caminho aberto para ficar com o segundo lugar. Não foi o resultado sonhado e planejado para a prova em casa, mas foi suficiente para o representante da McLaren manter a liderança do Mundial. Nico Rosberg, que estava uma fera com o carro da Mercedes após o GP da Europa, agora tem muitos motivos para ficar feliz com o trabalho do time, graças à terceira colocação conquistada na Inglaterra.

continua após publicidade

Jenson Button, que era outra esperança de vitória da torcida inglesa, acabou na quarta colocação. Um velho conhecido do britânico, dos tempos de Honda e Brawn, surgiu logo atrás, em quinto: Rubens Barrichello, ficando entre os cinco primeiros pela segunda etapa consecutiva e dando mostras de que a evolução da Williams não é casual.

Kamui Kobayashi também voltou a aparecer com destaque, colocando a BMW Sauber no sexto posto. Após o toque em Webber na largada e uma corrida de recuperação, Vettel ainda conseguiu sair com o sétimo lugar e seis pontos na tabela de classificação.

continua após publicidade

Outros três alemães completaram a lista dos dez primeiros em Silverstone: Adrian Sutil, Michael Schumacher e Nico Hülkenberg.

continua após publicidade

A Ferrari viveu um dia infernal, com muitos problemas. Fernando Alonso e Felipe Massa chegaram a se tocar, com o brasileiro levando a pior e precisando parar nos boxes logo no início. Depois, o espanhol foi punido por uma ultrapassagem considerada ilegal sobre Robert Kubica. Acabaram em 14º e 15º, respectivamente.

Lucas Di Grassi não completou a prova, sendo o primeiro a abandonar na Inglaterra.