Facebook Img Logo
Mais lidas
Esportes

Dunga e Gilmar visitam seleção de base sem a participação de Gallo

.

SÃO PAULO, SP - O coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, e o técnico da seleção brasileira principal, Dunga, estiveram nesta segunda-feira (23) em Itu, no interior de São Paulo, visitando a delegação do time sub-17 que se prepara para o Sul-Americano do Paraguai, em março. 

Os dois estiveram no centro de treinamento onde o técnico Caio Zanardi prepara o elenco sem Alexandre Gallo, que ainda não deixou o cargo de coordenador da categoria de base da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), mas deve ser substituído assim que Gilmar Rinaldi encontrar um executivo que tope a tarefa. 

A cúpula da CBF não o vê mais Gallo como coordenador, mas "apenas" como técnico do time olímpico (sub-23) e da equipe sub-20 que entre maio e junho disputará o Campeonato Mundial da categoria, na Nova Zelândia. 

Em janeiro passado, Alexandre Gallo ficou apenas em quarto lugar com a seleção sub-20 no Sul-Americano do Uruguai, o que gerou críticas do presidente da CBF, José Maria Marin. Gilmar e Dunga cogitaram fazer uma visita a esse time em Montevidéu, mas desistiram. 

O time sub-17 se prepara para o Sul-Americano no CT Spa Sport, em Itu, porque o centro de treinamento da CBF, na Granja Comary, em Teresópolis (SP), está sendo usado pela seleção brasileira feminina permanente, que em março jogará um torneio em Portugal. 

Dunga e Gilmar almoçaram com o grupo do time sub-17 e deram uma palestra no início da tarde. 

Na semana passada, uma reunião de Alexandre Gallo com Marin definiu que ele permanece como técnico da equipe olímpica e do time sub-20, pelo menos até o Mundial dos garotos até 20 anos. 

O cargo de coordenador ficou em aberto. A CBF entende que o acúmulo de funções atrapalha o trabalho de Gallo, que fica muito tempo fora do Rio em viagem para trabalhar com as duas seleções. 

Gilmar Rinaldi havia sondado André Figueiredo, diretor da base do Atlético-MG, e Erasmo Damiani, do Palmeiras, para o cargo, mas não houve acerto. 

Para o cargo de treinador do time olímpico, caso Gallo saia, o presidente eleito, Marco Polo Del Nero, que assume em abril, quer um nome de peso - motivo também de não ter tido mudança até agora, já que não há consenso em quem seria esse escolhido.

Dunga acumular as funções é uma possibilidade que existe.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Esportes

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber