Esportes

Corinthians vence o São Paulo pela Libertadores

Da Redação ·
Elias marcou um dos gols do Corinthians na vitória contra o São Paulo - Foto: globoesporte.globo.com
Elias marcou um dos gols do Corinthians na vitória contra o São Paulo - Foto: globoesporte.globo.com

SÃO PAULO, SP - Com gols do carrasco Elias e do renegado Jadson, um em cada tempo, o Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (18), no Itaquerão, no primeiro clássico entre as equipes válido pela Libertadores.

Autor do primeiro gol na partida que marcou a primeira rodada do Grupo 2 da competição, Elias aumentou ainda mais o seu excelente retrospecto contra o time do Morumbi. Agora, são oito jogos, sete vitórias e um empate. Foi o seu sexto gol contra o arquirrival.

Depois, no segundo gol, marcado por Jadson, envolvido em uma troca com o atacante Alexandre Pato pelo clube são-paulino, completou o placar na etapa final. Porém, no início da jogada, Emerson fez falta no lateral Bruno, mas o árbitro Ricardo Marques Ribeiro mandou o lance seguir.

Com a vitória, os corintianos largaram na frente da chave ao chegar aos três primeiros pontos, enquanto os são-paulinos ficaram sem somar. O grupo ainda conta com San Lorenzo (ARG) e Danubio (URU), que se enfrentam nesta quinta (19), em Montevidéu.

Na quarta que vem, o São Paulo recebe a equipe uruguaia. Já o time alvinegro volta a campo pela competição somente no dia 4 de março, quando enfrenta os argentinos, fora de casa. Como era esperado, o Corinthians impôs uma forte marcação pressão desde os primeiros minutos e dificultou bastante a saída de bola do São Paulo no começo do jogo. Acuada, a equipe do Morumbi cometeu muitos erros nos passes e foi dominada até sofrer o gol.

Armado novamente no 4-1-4-1, com Ralf entre as duas linhas de marcação, o time alvinegro tinha Danilo na função de "falso 9" para abrir espaços para as infiltrações de Elias e Emerson no meio da zaga são-paulina.
E a estratégia deu certo logo aos 11min. Após bela troca de passes no campo de ataque, o camisa 20 corintiano puxou a marcação de Dória para a intermediária e abriu um buraco que Jadson lançou para Elias, sozinho na grande área, chutar de primeira no canto de Rogério Ceni e fazer 1 a 0.

Após o gol, os corintianos recuaram a marcação para trás da linha do meio de campo e isso fez o São Paulo ter maior posse de bola e presença ofensiva até o intervalo.

Porém, com três volantes (Souza, Denilson e Maicon) e apenas Ganso na armação, os são-paulinos pouco produziram no campo de ataque. Michel Bastos, deslocado na lateral esquerda, e Bruno também não conseguiram criar as jogadas pelos lados. Assim, Kardec e Luis Fabiano ficaram isolados entre os zagueiros corintianos.

Insatisfeito com o desempenho do time em campo, o técnico Muricy Ramalho colocou Reinaldo no lugar de Alan Kardec logo no começo do segundo tempo, voltando ao esquema 4-2-3-1.

Com Michel Bastos mais próximo de Ganso e mais perto do gol adversário, o São Paulo melhorou a postura ofensiva e começou a rondar a grande área alvinegra com frequência. Mas, ainda pecava muito nos passes e tinha muitas dificuldades de entrar na defesa rival. O goleiro Cássio não foi exigido nenhuma vez até o apito final.

E, um erro de arbitragem acabou de vez com a reação são-paulina. Aos 22min, Emerson fez falta ao dar um empurrão em Bruno no início da jogada, mas o árbitro Ricardo Marques Ribeiro mandou o lance seguir. Na sequência, o camisa 11 passou para Jadson, que fintou Reinaldo na grande área e chutou cruzado para selar os 2 a 0.

CORINTHIANS

Cássio, Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos; Ralf; Jadson (Mendoza), Elias (Bruno Henrique), Renato Augusto e Emerson Sheik (Malcom); Danilo. T.: Tite

SÃO PAULO

Rogério Ceni, Bruno, Rafael Toloi, Dória e Michel Bastos; Denilson, Souza, Maicon (Thiago Mendes, aos 25'/2ºT) e Paulo Henrique Ganso; Alan Kardec (Reinaldo) e Luis Fabiano. T.: Muricy Ramalho

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

continua após publicidade

Data/Hora: 18 de fevereiro de 2015, às 22h
Juiz: Ricardo M. Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto (SE) e Guilherme Camilo (MG)
Público/Renda: 38.487 pagantes / R$3.528.236
Cartões amarelos: Denilson, Maicon, Ganso e Luis Fabiano (São Paulo); Felipe (Corinthians)
GOLS: Elias, aos 11'/1ºT (1-0) e Jadson, aos 22'/2ºT (2-0)