Esportes

Preso, Bruno diz que perdeu chance de ir à Copa-2014

Da Redação ·
 Ele é suspeito de planejar a morte de Eliza Samudio
fonte: Google Imagens
Ele é suspeito de planejar a morte de Eliza Samudio

Depois de se entregar à polícia do Rio na última quarta-feira, após ter a prisão decretada pela Justiça por suspeita de envolvimento no sequestro de Eliza Samudio, sua ex-amante, o goleiro Bruno, do Flamengo, afirmou que a repercussão do escândalo em que se envolveu acabou com o seu sonho de disputar a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.

continua após publicidade

Em um vídeo divulgado pela TV Globo, na qual o jogador conversa com o amigo Luiz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, na Polinter do Andaraí, no Rio, Bruno afirmou: "Agora eu acho que as coisas ficaram muito mais difíceis. No Brasil, para mim... se eu tinha esperança de disputar a Copa de 2014, acabou. Isso sou eu falando".

continua após publicidade

Ao lado de Macarrão, mas em celas improvisadas e separadas, Bruno passou a última noite na Polinter do Rio. O advogado do goleiro, Michel Assef Filho, disse que o jogador negou ter conhecimento do sequestro de Eliza Samudio, de 25 anos, que dizia ter tido um filho com o atleta. Na terça-feira, um primo do goleiro, um adolescente de 17 anos, confessou o sequestro.