Esportes

Danilo revive Sócrates e defende pai inglês do Corinthians

Da Redação ·
Corinthians chega a 23 jogos de invencibilidade em seu estádio - Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians/Imagem ilustrativa/Arquivo
Corinthians chega a 23 jogos de invencibilidade em seu estádio - Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians/Imagem ilustrativa/Arquivo

Já há mais em comum entre Danilo e Sócrates do que a habilidade com o calcanhar e títulos históricos pelo Corinthians. Na partida entre a equipe alvinegra e o Corinthian-Casuals, o meio-campista repetiu o gesto feito pelo Doutor no amistoso de 1988 do pai inglês contra o filho brasileiro.

No Pacaembu, há quase 28 anos, em uma espécie de "Corinthians de todos os tempos", Sócrates definiu a vitória alvinegra por 1 a 0. Nos 15 minutos finais da partida, disputada em dois tempos de 25, atendeu a um pedido dos ingleses, vestindo sua camisa marrom e rosa.

O roteiro foi parecido em Itaquera. Pouco depois de sair do banco de reservas, Danilo marcou aos 33 minutos do segundo tempo o gol que decidiu um jogo surpreendentemente complicado. Luciano ainda marcaria duas vezes no finalzinho, quando o risco do empate já não existia.

Aos 48 minutos, Danilo recebeu a camisa do Corinthian-Casuals e mudou de lado. Desta vez, a substituição envolveu também um adversário. Jamie Byatt, que comemora seus gols na Inglaterra exibindo o símbolo do Corinthians, teve a oportunidade de vestir preto e branco. Danilo chegou a sofrer uma falta de Felipe, mas não teve chance para marcar.

"É muito legal participar assim, sabendo que é o Corinthians de lá. Fico muito feliz por ter ajudado. Pena que não sobrou nenhuma bola para fazer um gol", disse o discípulo de Sócrates. "O espírito corintiano é raça, é luta, é não desistir nunca."

Já Byatt, chamado carinhosamente de Julio Cesar por sua semelhança com o ex-goleiro alvinegro, esteve perto de sua oportunidade. O centroavante sairia na cara de Danny Bracken, mas Luciano entrou em sua frente, dominou no peito e fechou o placar aos 50 minutos.



Autoria/Fonte: Marcos Guedes - esportes.terra.com.br

continua após publicidade