Esportes

McLaren não quer mudanças na regra do safety car

Da Redação ·

A McLaren pediu à FIA que não mude as regras do safety car pelo menos até que o Grupo Esportivo de Trabalho termine de analisar o caso. O porta-voz foi o diretor-geral, Jonathan Neale, que pregou cautela.

continua após publicidade

- Se a história nos ensinou alguma coisa ao definir regras na F1, é que balançar de um lado para o outro não vale a pena. As regras estão lá. Não houve muita coisa errada no último fim de semana. Não acho que devemos fazer mudanças instantâneas.

continua após publicidade

No GP da Europa, o inglês Lewis Hamilton ultrapassou o carro de segurança e pôde manter a sua posição após a parada nos boxes. Ele chegou a ser punido, mas, devido à demora, não perdeu o segundo lugar. Fernando Alonso, que estava logo atrás, caiu para o fim do grid, e acusou a prova de ter sido manipulada. Mais tarde, o espanhol voltou atrás e pediu desculpas.

continua após publicidade

De acordo com Neale, o safety car é importante para o entretenimento da Fórmula 1.

- É bom para a F1 e é bom para o esporte. Você não pode prever acidentes, não pode prever o que vai acontecer quando o safety car entrar e tem de se preparar.

continua após publicidade

Copyright 1998-2008 GazetaEsportiva.net