Mais lidas
Esportes

​Cristiano Ronaldo é considerado o melhor do mundo pela 3ª vez

.

Foto: arquivo
Foto: arquivo

Não há espaço para zebras quando se trata de Bola de Ouro. Favorito na disputa pelo título de melhor jogador do mundo, o português Cristiano Ronaldo confirmou as expectativas e levou, pela terceira vez na carreira, o maior prêmio individual do esporte, deixando Lionel Messi em segundo e Manuel Neuer em terceiro.

"Tenho de agradecer a todos que votaram em mim. Meu treinador, meus companheiros, meu presiente. Foi um ano inesquecível para mim, em nível coletivo e pessoal. Ganhar troféu dessa dimensão é único. Estou muito feliz. Isso me dá motivação para tentar ganhar títulos coletivos e mundial", disse Cristiano Ronaldo, visivelmente emocionado com a conquista, para logo depois mandar um "recado" a Messi. 

"Nunca imaginei ganhar essa bolinha três vezes, mas espero não parar aqui. Quero apanhar o Messi, quem sabe na próxima temporada. Sempre ambicionei isso. Quero entrar na história como o melhor", disse o português, que recebeu 37,66% dos votos, contra 15,76% de Messi e 15,72% de Neuer. 

Cristiano Ronaldo recebeu a Bola de Ouro na festa anual da Fifa, em Zurique, na Suíça, que também premiou a seleção do ano, o gol mais bonito e a melhor jogadora. Com três conquistas, o astro do Real Madrid encosta em Lionel Messi, que venceu o prêmio por quatro anos consecutivos e é quem mais vezes foi eleito melhor do mundo desde o surgimento do prêmio da Fifa, no início dos anos 1990. Cristiano Ronaldo venceu a primeira vez em 2008, quando estava no Manchester United, e de novo no ano passado.

A conquista individual de Cristiano Ronaldo foi impulsionada pela temporada vencedora do Real Madrid, que em 2014 voltou a ganhar a Liga dos Campeões pela primeira vez desde 2002. Ao todo, o português fez 60 jogos e marcou 60 gols em todo o ano e levantou quatro taças.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber