Esportes

​Negação: Inter diz que não procurou Luxemburgo e reabre chances

Da Redação ·
Foto: Bruno Cantini/ Clube Atlético MG
Foto: Bruno Cantini/ Clube Atlético MG

Durante entrevista coletiva, o presidente do Internacional, Vitorio Píffero, disse que não procurou Vanderlei Luxemburgo. A proposta apresentada ao técnico, e rejeitada nesta terça-feira (16) não foi feita nem pelo mandatário nem pelo vice de futebol oficializado nesta tarde, Luís Fernando Costa. Além desta informação, Píffero ainda voltou atrás e reabriu chance de contratar Mano Menezes ou até Celso Roth. As informações são do UOL.

continua após publicidade

"Eu não procurei o Luxemburgo. Nos últimos 10 anos, eu cruzei várias vezes por ele. Nestas tantas vezes ele disse que queria treinar o Inter. Nunca tratamos disso. Eu nunca tratei neste assunto", disse Píffero. "Também não falei com ele. Em nome do Inter e não pela direção do Internacional. É um boato", completou Luís Fernando.

O nome do novo treinador não foi revelado. A direção do Internacional não define prazo para isso e tratou de voltar atrás até sobre os profissionais descartados. Tão logo foi eleito, Píffero descartou Mano Menezes e Celso Roth. Mas tom não foi o mesmo nesta terça.    "Cumpri a campanha eleitoral da maneira que todos me conhecem, sem citar nomes. Lamentavelmente nas redes sociais surgiram uma série de nomes vinculados a nós. Alguns tomaram um corpo tão grande que me vi obrigado a desmentir por conta das redes sociais. Não gostei de ter que fazer isso, mas tive que fazê-lo. A partir do momento que definimos o departamento de futebol, vamos dar o caminho necessário", avaliou o presidente.

Confira matéria completa AQUI