Esportes

Villa diz que é decisivo para seleção espanhola

Da Redação ·

Depois de ficar fora da final da Eurocopa, vencida pela Espanha, há dois anos, David Villa terá a chance de enfrentar a Alemanha na Copa do Mundo. O atacante é o artilheiro do Mundial da África com cinco gols e agora terá a oportunidade de compensar a sua ausência na vitória por 1 a 0 em Viena com uma semifinal de Copa, no Estádio Moses Mabhida, em Durban, na quarta-feira, sendo mais uma vez decisivo para sua equipe.

continua após publicidade

Enquanto a nova geração de jogadores da Alemanha eliminou adversários poderosos como Inglaterra e Argentina para chegar à semifinal, a Espanha avançou com vitórias apertadas sobre Portugal e Paraguai, com Villa marcando todos os gols. "Estou feliz com meus cinco gols, porque eles foram decisivos", disse Villa, maior artilheiro da Espanha na história da Copa dos Mundo, com oito gols. "É diferente também porque, quando você faz um monte de gols, eles não causam o mesmo sentimento que ganhar desta maneira".

continua após publicidade

O atacante de 28 anos está um gol atrás dos 44 de Raul Gonzalez, que é o maior artilheiro da história da seleção espanhola. "Nós vencemos a Alemanha dois anos atrás e eu não acho que eles estão felizes nos encontrar novamente", disse Villa. "Mas temos que esquecer aquele jogo. Sem uma [vitória na] Copa do Mundo, o que conseguimos será nada".

Villa tem sido o principal artilheiro da Espanha desde a sua estreia em 2005, com 43 gols em 63 partidas. Ele marcou quatro gols na Eurocopa de 2008, sofreu uma lesão durante a semifinal contra a Rússia e perdeu a decisão, quando Fernando Torres marcou o gol mais importante do futebol espanhol nos últimos anos. Ele foi contratado recentemte pelo Barcelona, que pagou 40 milhões de euros ao Valencia. Nas últimas cinco temporadas pelo seu ex-clube foram 160 gols em 258 jogos.