Esportes

Com gol nos acréscimos, Inter bate Atlético-MG e passa o Corinthians

Da Redação ·
Com gol nos acréscimos, Inter bate Atlético-MG e passa o Corinthians - Jefrson Guareze - Futura Press - Estadão
Com gol nos acréscimos, Inter bate Atlético-MG e passa o Corinthians - Jefrson Guareze - Futura Press - Estadão

GUILHERME YOSHIDA
SÃO PAULO, SP - Com um gol do lateral Fabrício nos acréscimos, o Internacional venceu o time reserva do Atlético-MG por 2 a 1, na noite deste sábado (22), no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela abertura da 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado foi muito importante para a equipe gaúcha, que fez um confronto direto pelo G-4 e, de quebra, superou o Corinthians na classificação. Isso porque, com a vitória, o Inter subiu para a terceira colocação ao chegar aos mesmos 63 pontos dos corintianos. Mas, supera os paulistas nos critérios de desempate.

O time do técnico Mano Menezes ainda joga na rodada, contra o Grêmio, neste domingo (23), no Itaquerão, e pode reassumir a posição caso vença o confronto. Já os mineiros continuaram com 61 pontos, no quinto lugar.

Mesmo com um time reserva, o Atlético-MG dificultou muito as ações da equipe gaúcha na partida. Apostando na forte marcação do meio de campo para trás, os visitantes ainda conseguiram surpreender a defesa adversária em contra-ataques puxados pelos rápidos Marion e Dodô.

Porém, apesar de serem melhores em campo, os atleticanos cometeram um erro na marcação na sua intermediária e levaram um gol logo aos 20min. Após belo passe de Alex para Jorge Henrique, Rafael Moura aproveitou cruzamento rasteiro do companheiro na pequena área e abriu o placar para o Inter.

Mas, a reação do time de Belo Horizonte aconteceu rapidamente. Aos 23min, após cruzamento para a área dos gaúchos, o meia-atacante Eduardo, ao girar sobre o lateral Fabrício, foi agarrado pelo defensor do Inter e o árbitro Pericles Bassols marcou a penalidade, convertida pelo atacante Dodô.

Antes do intervalo, o Atlético-MG ainda teve um pênalti não marcado pela arbitragem após a finalização de Eduardo bater nos braços de Eduardo, do Inter, dentro da grande área dos donos da casa.

Os atleticanos permaneceram disciplinados taticamente na volta dos vestiários e continuaram melhores em campo no segundo tempo. Mas, desta vez, quem teve as melhores chances de balançar as redes foi a equipe da casa.

Primeiro, com Rafael Moura, que teve duas excelentes chances de fazer o segundo do Inter, mas parou nas mãos do goleiro Victor.

Depois, já nos acréscimos da partida, após cruzamento da esquerda, a bola sobrou para o lateral Fabrício, que chutou rasteiro e decretou os 2 a 1.

INTERNACIONAL

continua após publicidade

Alisson; Gilberto (Gilberto), Alan, Ernando e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex (Wellington Paulista), D'Alessandro, Jorge Henrique (Taibserson); Rafael Moura. Técnico: Abel Braga.

ATLÉTICO-MG
Victor; Alex Silva, Edcarlos (Donato), Tiago e Pedro Botelho; Pierre, Josué, Eduardo e Daniel Oliveira; Dodô (Paulinho) e Marion. Técnico: Levir Culpi.

continua após publicidade

Estádio: Beira Rio, Porto Alegre (RS)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Gilberto Stina Pereira
Renda/Público: R$ 747.440,00 / 38.006 presentes
Cartões amarelos: Aránguiz, Fabrício, D'Alessandro, Alan (INT)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Rafael Moura, aos 20min do 1º tempo, Dodô, aos 23min do 1º tempo e Fabrício, aos 49min do 2º tempo