Esportes

Pés no chão e coerência norteiam novo projeto do Verdão

Da Redação ·

Títulos, o Palmeiras conquistará apenas em 2011. Ao menos é isso que quis passar nesta quinta-feira (1º), o novo assistente técnico do clube, Flávio Teixeira, o Murtosa.

continua após publicidade

Segundo o auxiliar de Luiz Felipe Scolari, é preciso ter calma e coerência na atual temporada para pôr em ordem o clube. Afinal, o último título de maior expressão foi a Copa Libertadores da América de 1999, justamente com eles.

continua após publicidade

- A gente tem que ser realista e começar um trabalho. Não pode sonhar e achar que basta assumir e amanhã você será campeão. Tem que ser coerente, ver o grupo de trabalho, dar chance a alguns jogadores. Além de reforçar as posições carentes. Resultado a curto prazo, de imediato, está fora de realidade.

continua após publicidade

Felipão, que tem contrato com uma emissora de televisão sul-africana para comentar os jogos da Copa do Mundo até 11 de julho, chegará ao Palmeiras apenas três dias depois, véspera do clássico contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Pacaembu. Segundo Murtosa, ficará a cargo do treinador decidir se ele é quem comandará a equipe do banco de reservas ou não.

Até lá, a missão de orientar os jogadores ficará entre Murtosa e Jorge Parraga, técnico interino desde a demissão de Antônio Carlos Zago. Enquanto isso, Felipão tem tido contato diário com seu auxiliar e os dirigentes do clube para ficar atualizado a respeito da situação do grupo e de novos reforços.

continua após publicidade

O foco é contratar jogadores de meio-campo e ataque.

continua após publicidade

- Temos que ser coerentes com as necessidades. Do meio para frente, a equipe tem um número menor de atletas. É evidente que tu tem que ter um maior número para igualar as opções em todos os setores.

Copyright 1998-2008 GazetaEsportiva.net