Esportes

Espanha e Paraguai jogam em busca de um lugar na história

Da Redação ·
 O atacante espanhol David Villa é um dos artilheiros da Copa do Mundo
fonte: Carl de Souza / AFP
O atacante espanhol David Villa é um dos artilheiros da Copa do Mundo

Espanha e Paraguai se enfrentam neste sábado (3) em busca de uma vaga para as semifinais da Copa do Mundo da África do Sul, em uma partida histórica para ambas as seleções, no estádio Ellis Park de Johannesburgo.

continua após publicidade

A Espanha, que exibiu contra Portugal um futebol de favorita depois de ter começado mal a Copa, tentará contra os sul-americanos ficar pela segunda vez em sua história entre os quatro melhores de uma Copa, depois do Mundial do Brasil em 1950, quando ficou em quarto lugar.

continua após publicidade

O Paraguai quer superar a Fúria para alcançar pela primeira vez as semifinais de uma Copa. Nesta edição, os paraguaios foram uma das surpresas, sofrendo apenas um gol, marcado pelo italiano Daniele De Rossi no empate por 1 a 1 com a Itália, na abertura do grupo F, no dia 14 de junho na Cidade do Cabo.

continua após publicidade

Os espanhóis, que alcançaram as quartas de final depois de vencerem Portugal por 1 a 0, expressaram seu respeito pela seleção paraguaia. O atacante Fernando Llorente disse que espera uma equipe fechada.

- Certamente encontraremos uma seleção paraguaia fechada atrás, como muitas seleções jogam contra nós. Estamos acostumados com isso, manteremos o nosso estilo, tentaremos acertar e ganhar a partida.

continua após publicidade

O Paraguai "tem bons jogadores na defesa, mas também um bom ataque", advertiu o técnico espanhol Vicente del Bosque, considerando que os guaranis "como todos os sul-americanos, estão mostrando que têm caráter, com jogadores que exercem uma forte pressão", jogando bem com bola ou sem bola.

continua após publicidade

O técnico espanhol terá todos os seus principais jogadores, embora haja dúvidas em relação a Javi Martínez, que sofreu uma pancada no tornozelo no treino de quinta-feira (1°), e a Raúl Albiol, que continua se recuperando de sua lesão na perna direita.

continua após publicidade

A Espanha confia em sua paciência e em seu toque de bola refinado para encontrar uma brecha na defesa da seleção sul-americana, que já advertiu que não jogará se defendendo, embora não descarte ceder terreno em alguns momentos da partida para tentar surpreender nos contra-ataques, como afirmou o atacante Roque Santa Cruz.

- A Espanha é uma equipe que até jogando em espaços reduzidos se posiciona bem, podendo criar chances. Queremos ser mais do que participantes e poder jogar o que sabemos.

continua após publicidade

O Paraguai chegou às quartas de final de uma Copa do Mundo pela primeira vez em sua história e quer ainda mais.Seu treinador, o argentino Gerardo Martino, vinha atuando na Copa com três atacantes, mas poderá optar por se reforçar atrás com um atacante a menos, para colocar Jonathan Santana ou Néstor Ortigoza.

continua após publicidade

Víctor Cáceres voltará à seleção paraguaia depois da suspensão pelo segundo cartão amarelo que o deixou de fora da partida contra o Japão, pelas oitavas.

Com a arbitragem do guatemalteco Carlos Batres, estas são as prováveis formações para a partida que começará às 20h30 locais (15h30 de Brasília) no estádio Ellis Park de Johannesburgo:

Paraguai: Justo Villar; Carlos Bonet, Paulo Da Silva, Antolín Alcaraz, Claudio Morel Rodríguez; Enrique Vera, Víctor Cáceres, Cristian Riveros; Roque Santa Cruz, Edgar Benítez e Lucas Barrios. Técnico: Gerardo Martino.

Espanha: Iker Casillas; Sergio Ramos, Carles Puyol, Gerard Piqué, Joan Capdevila; Xavi, Sergio Busquets, Xabi Alonso, Andrés Iniesta; Fernando Torres e David Villa. Técnico: Vicente del Bosque.