Esportes

'Schumacher viverá uma vida relativamente normal em pouco tempo' afirma presidente da FIA

Da Redação ·
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O presidente da FIA e amigo de Michael Schumacher Jean Todt revelou que espera ver o heptacampeão de F-1 vivendo em uma relativa normalidade em pouco tempo. Uma das poucas pessoas que a família do alemão permite se aproximar do piloto, Todt faz visitas regulares e mostrou confiança na evolução do ex-piloto.

continua após publicidade

"Podemos assumir que (Schumacher) viverá uma vida relaticamente normal dentro de pouco tempo. Lutas e condições vão melhorando, o que é importante", disse Todt,segundo o jornal Mundo Deportivo.

"É um lutador, mas foi vítima de um trágico acidente, que pode acontecer com qualquer pessoa. Esperamos que as coisas melhorem. A família está voltada a ele. E ele está batalhando, mas precisa de tempo e o melhor é deixá-lo tranquilo", acrescentou ele, que na última semana foi à casa de Schumacher.

continua após publicidade

A família de Michael Schumacher preferiu manter a discrição e pouco fala e se abre na divulgação do estado do piloto. As informações mais recentes dão conta que ele se comunica pelos olhos e que a evolução de seu quadro é lenta, mas progressiva, desde que ele recebeu alta do hospital e passou a ser tratado na sua própria casa.

Além de manter seu cargo de presidente da FIA, Jean Todt é co-fundador do 'Instituto do Cérebro e da Medula Espinnal', que investiga acidentes e lesões, contribuindo para a prevenção e o tratamento de casos como o de Schumacher.

Confira matéria completa AQUI