Esportes

Argentina bate o México e pega a Alemanha nas quartas

Da Redação ·
Tevez fez 2 gols e foi eleito pela Fifa o melhor jogador da copa até o momento
fonte: Google
Tevez fez 2 gols e foi eleito pela Fifa o melhor jogador da copa até o momento

O jogo entre México e Argentina, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, teve um time melhor em campo e outro sofrendo para criar jogadas no ataque. Teve um time pressionado no começo do jogo, que foi salvo pela trave logo aos seis minutos, e outro que anulava os principais jogadores adversários. Um acreditou que poderia ser a zebra. O outro sabia queo peso de sua camisa decide jogos difíceis.

continua após publicidade

O México perdeu por 3 a 1 e saiu da Copa do Mundo com a sensação de que poderia ter vencido a Argentina. E os argentinos estão nas quartas de final graças a um gol ilegal, um erro bizarro da zaga mexicana e um chutaço de Tevez. Nada de Show. A autação do time de Maradona deixou claro que contra a Alemanha, na próxima sábado (3), não há favorito.

Desde o início, o México mostrou que acreditava na vitória. O time começou pressionando a Argentina. Aos 8min, Salcido arriscou chute de longe. A bola subiu, caiu rapidamente e explodiu no travessão de Romero.

continua após publicidade

Logo depois, Guardado recebeu na entrada da área e chutou com efeito no canto direito de Romero, e a bola passou raspando o poste.

Messi, muito marcado, tinha pouco espaço para criar jogadas próximas à área do México.

Hernandez, aos 14min, teve a terceira boa chance do México. Em chute da entrada da área, a bola passou perto do gol de Romero.

continua após publicidade

Aos 15min, a Argentina tinha mais posse de bola, 56% contra 44% dos mexicanos. O domínio das ações, no entanto, não era traduzido em jogadas ofensivas. Os argentinos passaram boa parte do tempo tocando a bola no campo de defesa. Tanto é que os jogadores que tinham feito mais passes até os 20min foram o zagueiro Burdisso, com 16, e o lateral esquerdo Heinze, com 22, que são peças fundamental do setor defensivo. Messi, por exemplo, tinha apenas 15 passes feitos.

O México se fechou bem no primeiro tempo e deixou Heinze, um dos piores passadores do time argentino, livre para armar a equipe. Todos os outros estavam bem marcados. Só que dois lances incomuns decidiram a partida a favor dos argentinos.


O primeiro gol saiu no único momento que Messi teve para criar. Ele recebeu livre, na intermediária mexicana e rolou para Tevez, que dividiu com o goleiro Perez. No rebote, a bola sobrou para o camisa 10, que tocou de novo para Tevez, impedido, marcar de cabeça: 1 a 0.

continua após publicidade

O segundo gol saiu de outro erro mexicano. Só que agora o zagueiro Osorio entregou o gol para Higuain. O mexicano dominou mal a bola na entrada da área e deixou livre para o atacante argentino invadir a área, driblar o goleiro e tocar para as redes: 2 a 0.

Logo no início do segundo tempo, Tevez deu show. Da entrada da área, acertou um chute forte, indefensável, no ângulo esquerdo do goleiro Perez: 3 a 0

Com o jogo praticamente decidido, os mexicanos se lançaram ao ataque, e a Argentina passou a explorar os contra-ataques. Aos 26min, os mexicanos conseguiram diminuir. Hernandez recebeu a bola dentro da área, girou em cima do zagueiro e marcou: 3 a 1.

Mas foi pouco. O México ainda criou outras chances de gol e dominou a partida no segundo tempo, mas os argentinos se fecharam bem e garantiram vaga nas quartas de final da Copa da África.