Esportes

Alemanha se vinga e tira Inglaterra da Copa

Da Redação ·
 Nas quartas de final, os alemães enfrentam a Argentina ou o México
fonte: EFE/Lancenet
Nas quartas de final, os alemães enfrentam a Argentina ou o México

A história entre Alemanha e Inglaterra, duas seleções campeãs do mundo, teve mais um belo capítulo neste domingo (27). Em jogo válido pelas oitavas de final do Mundial da África do Sul, os alemães golearam os rivais por 4 a 1, em uma partida recheada de belos gols e lances polêmicos, além de um toque de vingança.

continua após publicidade

Além do amplo placar, o confronto vai ficar marcado por um dos maiores erros de arbitragem em Copas do Mundo. O assistente Espinoza Rodriguez não viu que a bola chutada por Lampard que acertou o travessão no primeiro tempo entrou pelo menos um metro no gol, e o juiz Jorge Larrionda não validou o gol.

Dessa forma, a Inglaterra foi para o intervalo perdendo por 2 a 1. Ironicamente, o lance serviu como uma “vingança” dos alemães pela final da Copa de 1966, vencida pela seleção inglesa, decisão até hoje contestada.

continua após publicidade

Na ocasião, ambos os times empataram por 2 a 2 no tempo normal. Na prorrogação, um gol ilegal do inglês Hurst (a bola não passou a linha) foi determinante para a vitória por 4 a 2 da Inglaterra.

A derrota encerra o trabalho do italiano Fabio Capello à frente do time na Copa do Mudo, depois de uma fraca primeira fase (empatou com os Estados Unidos por 1 a 1, com a Argélia por 0 a 0 e ganhou da Eslovênia por 1 a 0), na qual a equipe se classificou em segundo do Grupo C.

Já a Alemanha mostra o peso de sua camisa três vezes campeã do mundo e confirma o sucesso de Joaquim Löw frente à seleção, até pouco tempo criticado. Na primeira fase, o time goleou a Austrália por 4 a 0 na estreia, mas perdeu em seguida para a Sérvia por 1 a 0. No último jogo, bateu Gana por 1 a 0.


Nas quartas de final, os alemães enfrentam a Argentina ou o México, que duelam ainda neste domingo às 15h30 (de Brasília).