Esportes

Muricy critica Bastos por expulsão e dá puxão de orelha em Pato

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Muricy critica Bastos por expulsão e dá puxão de orelha em Pato
Muricy critica Bastos por expulsão e dá puxão de orelha em Pato

RAFAEL REIS
SÃO PAULO, SP - O técnico do São Paulo, Muricy Ramalho, criticou Michel Bastos e deu um leve puxão de orelha no atacante Alexandre Pato por falhas no empate por 2 a 2 com o Flamengo, quarta-feira (24), no Morumbi.
O treinador reclamou do excesso de violência do lateral esquerdo no carrinho dado em Everton que provocou sua segunda expulsão em menos de um mês -também recebeu o cartão vermelho contra o Figueirense, no dia 31 de agosto.

continua após publicidade


"No futebol brasileiro, não se admite mais carrinho. No futebol mundial, não se admite mais carrinho. É até perigoso o que ele fez. Não tem essa de que no futebol brasileiro se expulsa mais, que ele está se acostumando. O que ele fez era expulsão em qualquer lugar do mundo", disse.


Apesar das críticas direcionadas a Michel Bastos, Muricy descartou pedir à diretoria uma multa ao lateral "porque já passou do tempo de dar porrada, temos que conversar, explicar o que aconteceu".

continua após publicidade


A reclamação com Pato foi mais sutil. O atacante se irritou ao ser substituído por Luís Fabiano no segundo tempo, deixou o gramado sem cumprimentar o centroavante e o treinador, foi direto para os vestiários e não assistiu ao restante da partida no banco de reservas.


"Ele estava longe do lance, acho que quis ganhar tempo. Não tem nada demais não cumprimentar o treinador, mas é sempre bom dar um abraço no amigo que vai substituir. O Pato não é um jogador que se rebela contra as nossas decisões. Ele foi substituído porque não estava bem, também fisicamente, teve de tomar remédio no intervalo".
Sem vencer há três jogos e já a nove pontos do Cruzeiro, líder do Brasileiro, o São Paulo recebe o Fluminense no sábado (27). O lateral esquerdo uruguaio Alvaro Pereira, expulso contra o Corinthians, deve retornar na vaga de Michel Bastos.