Esportes

Brasil empata com Portugal e termina em 1º lugar

Da Redação ·
 Jogo foi marcado por disputa acirrada de bola
fonte: Fifa.com
Jogo foi marcado por disputa acirrada de bola

Brasil e Portugal fizeram, na manhã desta sexta-feira, uma partida muito aquém das expectativas das duas melhores equipes do suposto "grupo da morte" e apenas empataram sem gols em Durban.

continua após publicidade

O jogo começou preso no meio de campo, com Portugal adiantando a marcação visando dificultar a saída de bola da Seleção Brasileira. Sem Kaká, suspenso, e Robinho, poupapo, além de Julio Baptista, sumido na partida, o Brasil ficou sem opções e, a despeito de possuir mais posse da bola, poucas chances criou no começo do jogo.

O que mais funcionou neste início da Seleção foi o lado direito, que contava com o lateral Maicon, apoiado por Daniel Alves e Luís Fabiano, que caíam pelo setor. Dessa forma, algumas chances apareceram, como um bom chute de Daniel Alves, que passou à esquerda do goleiro Eduardo, aos cinco minutos de jogo.

continua após publicidade

Aos 15, entretanto, Portugal teve sua primeira e única chegada de maior perigo na primeira etapa: Coentrão avançou com liberdade nas costas do lateral Maicon e cruzou para a área, a zaga brasileira afastou e Cristiano Ronaldo foi travado quando tentaria o arremate.

Nove minutos depois, outro fator que poderia alterar o panorama da partida começou a surgir: os cartões. Juan interceptou lançamento português com a mão, em lance que os lusitanos pediram muito sua expulsão. O jogo ficou nervoso, e o árbitro distribuiu, ao todo, sete cartões amarelos na primeira etapa.

A chance mais clara de gol surgiu quando Luis Fabiano, outra vez pela direita, fez boa jogada e alçou a bola na área para Nilmar que, quase sem ângulo, conseguiu chutar, para boa defesa do goleiro Eduardo, em bola que ainda bateria na trave. Minutos depois, outro cruzamento da direita, agora de Maicon, em que o Fabuloso cabeceou com perigo à meta portuguesa.

continua após publicidade

O nervosismo ficou ainda mais evidente quando, após uma sequência de faltas entre Pepe e Felipe Melo, o técnico Dunga, do Brasil, decidiu substituir o brasileiro, para evitar que o mesmo acabasse expulso.

Na segunda etapa, Portugal voltou melhor e teve sua primeira chance nos pés do, até então apagado, Cristiano Ronaldo, que recebeu nas costas de Lucio, que se recuperou a tempo de cortar o cruzamento do português.

A chance mais aguda de Portugal aconteceu aos 14 minutos, quando Cristiano Ronaldo, novamente, arrancou, agora pela esquerda, e foi desarmado por Lucio. Mas, na sobra, Raul Meireles saiu na cara de Julio Cesar, que operou um milagre e salvou o Brasil.

continua após publicidade

A Seleção seguia exposta, com Lucio e Juan tendo muito trabalho, sobretudo quando o craque do Real Madrid recebia pelos lados do campo.

O jogo esfriou quando o Brasil conseguiu retomar a vantagem na posse da bola, e valorizava quando tinha a mesma no campo de ataque. No último lance de perigo, aos 46 do segundo tempo, Ramires chutou, a bola desviou em um zagueiro português e quase supreende o goleiro Eduardo, na última e uma das poucas chances de gol da segunda etapa.

continua após publicidade

Com o empate, Brasil e Portugal estão classificados para as oitavas de final da Copa do Mundo e agora esperam a definição do Grupo H para saber seus adversários. O Brasil enfrenta o segundo colocado deste grupo, enquanto Portugal pega quem passar como líder. Os quatro times do grupo, Chile, Suíça, Espanha e Honduras, esta em menor escala, ainda tem chances de se classificar.

FICHA TÉCNICA:
PORTUGAL 0 X 0 BRASIL

Estádio: Moses Mabhida, Durban (AFS).
Data/hora: 25/6/2010 - 11h (de Brasília).
Árbitro: Benito Armando Archundia (MEX).
Auxiliares: Hector Vergara (CAN) e Marvin Torrentera (MEX).

Renda/público: Não disponível / 62.712 pagantes
Cartões amarelos: Duda, Tiago, Pepe e Fabio Coentrão (POR); Luis Fabiano, Juan e Felipe Melo (BRA).
Cartões vermelhos: Nenhum.

PORTUGAL: Eduardo, Ricardo Costa, Bruno Alves, Ricardo Carvalho e Fabio Coentrão; Pepe (Pedro Mendes, 18'/2ºT), Duda (Simão, 8'/2ºT), Raul Meireles (Miguel Veloso, 38'/2ºT) e Tiago; Cristiano Ronaldo e Danny. Técnico: Carlos Queiroz.

BRASIL: Julio Cesar, Maicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo (Josué, 44'/1ºT), Daniel Alves e Julio Baptista (Ramires, 37'/2ºT); Nilmar e Luis Fabiano (Grafite, 39'/2ºT). Técnico: Dunga.