Esportes

F1 pode ter equipes com três carros no grid, diz Ecclestone

Da Redação ·
Bernie Ecclestone: futuro da Fórmula 1 em discussão
fonte: Mark Thompson/Getty Images/VEJA
Bernie Ecclestone: futuro da Fórmula 1 em discussão

A Fórmula 1 (F1) poderá passar por uma de suas mudanças mais significativas no ano que vem: o aumento de dois para três carros por equipe no grid de largada. A possibilidade foi confirmada por Bernie Ecclestone, principal dirigente da categoria, que admite que a mudança será discutida seriamente caso algumas escuderias menores não consigam competir na próxima temporada.

Os rumores ganharam força depois do Grande Prêmio da Itália, quando Adam Parr, ex-presidente da Williams, publicou no Twitter uma mensagem dizendo que 2014 é o último ano da Fórmula 1 com dois carros por equipe. De acordo com Ecclestone, a mudança pode ser concretizada até o próximo mês.

"Vamos saber depois das próximas duas ou três corridas. É algo que sempre esteve na mesa: se perdermos mais de três times, então os outros vão andar com três carros", disse o dirigente.

O aumento para três carros vira uma opção principalmente pela chance de algumas equipes deixarem a competição. As mais cotadas para um possível abandono são Marussia e Caterham, que vêm sofrendo com dificuldades financeiras.

Ecclestone não se mostrou preocupado com o risco de saída de algumas grandes montadoras da categoria. "Acho que deveríamos ter essa mudança de qualquer jeito. Prefiro ver a Ferrari com três carros, ou qualquer um dos outros times de ponta com três carros, do que equipes atoladas em dificuldades."

continua após publicidade



Fonte: veja.abril.com.br