Esportes

Torcida apoia Dunga na briga com a Globo

Da Redação ·
 Dunga não alterou seu modo de trabalhar. Ninguém sabe a condição física de Elano e se ele enfrenta Portugal. O treinador continua controlando tudo na seleção
fonte: AFP
Dunga não alterou seu modo de trabalhar. Ninguém sabe a condição física de Elano e se ele enfrenta Portugal. O treinador continua controlando tudo na seleção

Antes e depois do jogo contra Portugal. E antes e depois da partida das oitavas de final. Vêm por aí, pelo menos, mais quatro entrevistas obrigatórias de Dunga. Elas vão acontecer em um momento delicadíssimo. Não só pelo momento do Brasil na Copa, mas pela relação estremecida entre o treinador e a TV Globo, causada por seus palavrões dirigidos ao comentarista Alex Escobar.

continua após publicidade

A briga está tomando um vulto enorme, inesperado. Há campanhas na internet de apoio ao treinador brasileiro. Alex e os demais jornalistas que estão aqui na África do Sul passaram a ser encarados como “traidores da pátria” por interpelar o treinador, tentar divulgar a escalação correta, criticar quando o time joga mal.

continua após publicidade

É a vitória momentânea de Dunga. A sua estratégia de usar as câmeras, microfones, sites e jornais para falar direto ao torcedor deu certo. Ele agiu como um político em campanha. E a mensagem chegou. O torcedor sempre foi deixado de lado na eterna briga entre o técnico da seleção e a imprensa. Dunga e Jorginho perceberam isso e agem com incrível respaldo popular.

continua após publicidade

Procurados pela CBF, executivos da TV Globo prometeram que não haverá uma perseguição a Dunga durante o restante da Copa. Um funcionário da emissora disse ao R7 que a TV Globo não quer ser responsabilizada em caso de um eventual fracasso da seleção.

- Não quer ficar com a marca de que torceu contra. Até porque a vida segue depois do Mundial.

continua após publicidade

Todas as mais de 250 pessoas da emissora carioca aqui em Johannesburgo receberam ordem de não dar entrevistas para outros veículos. A expectativa de todos é a de que Dunga recue. Não seja mais tão agressivo. O próprio presidente Ricardo Teixeira teria pedido a ele para maneirar. O dirigente sabe que a situação é muito delicada. O Brasil ganhou seus dois jogos na África do Sul com o atual método de trabalho do treinador. Teixeira não quer ser responsabilizado por alterar o rumo das coisas e passar a ser o culpado em caso de derrota.

continua após publicidade

Teixeira tem como trunfo o fato de ter ajudado que Dunga não fosse punido pelos palavrões na coletiva. A Fifa chegou a analisar o vídeo com as imagens da reação do técnico em relação a Alex Escobar. E não viu motivo para punir o técnico brasileiro. Evidente que o presidente da CBF usou toda sua força política para ajudar a evitar a punição. E levou a missão de avisar ao treinador para não repetir a atitude.

A TV Globo também vai recuar. O comentarista Alex Escobar não irá mais nas coletivas de Dunga. Sua presença poderia ser vista como uma provocação ao técnico. O próprio comentarista está muito incomodado com a situação. Não queria ter virado o símbolo dos jornalistas contra o técnico brasileiro.

Em meio a tanta confusão, o time tem treinado para enfrentar Portugal na sexta-feira (25). Seguindo o jeito Dunga de trabalhar, ninguém tem informações concretas do estado físico de Elano. Ele tomou uma forte pancada contra a Costa do Marfim e teve até de sair de campo. Pode ser que treine nesta quarta-feira (23) ou até nem jogue. Ninguém sabe. Assim como se Julio Baptista será mesmo o substituto do expulso Kaká. Todas as informações da seleção brasileira continuam controladas por Dunga