Esportes

Argentina vence a Grécia e vai às oitavas em 1º

Da Redação ·
Mesmo sem marcar gols, o meia Messi foi destaque do jogo
fonte: DO R7
Mesmo sem marcar gols, o meia Messi foi destaque do jogo

O bom futebol argentino apresentado nos dois primeiros jogos não foi repetido na terceira rodada do grupo B da Copa do Mundo. Mas mesmo sofrendo com a forte retranca montada pela Grécia, o time do técnico Diego Maradona venceu por 2 a 0 e foi às oitavas de final em primeiro da chave, com 100% de aproveitamento.

continua após publicidade

Agora, na primeira rodada do mata-mata, a seleção argentina enfrenta o México, que terminou como segundo colocado do grupo A.

continua após publicidade

Com apenas quatro jogadores considerados titulares, a Argentina sofria com a falta de entrosamento no início da partida. Tinha um amplo domínio no passe de bola, mas errava passes curtos, o que atrasava a saída de bola. Não tinha a mesma cadência apresentada pelos sul-americanos nas duas primeiras partidas.

continua após publicidade

Ciente de suas limitações em relação ao rival, a Grécia ficava bem postada em seu campo de defesa. Mesmo assim, foram poucas as chances criadas pela equipe em lances de contra-ataques. Isolado na frente, Samaras sofria para receber a bola no ataque.

Apenas após 20min os argentinos passaram a se encontrar mais em campo e pressionar os gregos com mais efetividade. As tabelas entre Messi e Aguero começaram a sair, assim como os lançamentos e os chutes de longa distância do veterano Verón.

continua após publicidade

Por alguns momentos no primeiro tempo, os gregos até conseguiram levar algum perigo ao gol argentino, mas sempre com bolas alçadas na área. Já os argentinos eram mais incisivos, tanto que fecharam a etapa inicial com 65% de posse de bola e quatro chutes na direção, dando trabalho muito trabalho ao goleiro Tzorvas.

continua após publicidade

Precisando da vitória para ir às oitavas de final, principalmente depois de a Coreia do Sul ter passado à frente no placar contra a Nigéria no início do segundo tempo do outro jogo da chave, a Grécia até tentou reagir nos primeiros minutos da etapa completar.

continua após publicidade

Os chutões para o isolado Samaras passaram a ser ainda mais freqüentes, principalmente após as saídas de Katsouranis e Torossidis por conta de lesão, mas ficava cada vez mais nítida a falta de recursos do atacante grego.

Mas a pressão argentina uma hora tinha de fazer efeito, o que aconteceu apenas com 32min da etapa complementar. Após cobrança de escanteio, Demichelis cabeceou bem, mas encontrou seu companheiro Diego Milito no caminho. Na sobra, fuzilou o gol grego para não dar chance ao azar e finalmente marcar o gol argentino na partida.

Nos últimos minutos, ainda deu tempo da Argentina marcar o segundo. Depois de grande jogada de Messi e outra boa jogada de Tzorvas, a bola sobrou limpa para o veterano – e amuleto de Maradona – Palermo dar números finais ao placar.