Esportes

Jefferson desabafa com situação no Botafogo e diz que não há perspectiva

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Jefferson desabafa com situação no Botafogo e diz que não há perspectiva
fonte: Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
Jefferson desabafa com situação no Botafogo e diz que não há perspectiva

MIAMI, EUA - O goleiro Jefferson, que deverá ser o titular da seleção brasileira neste início de trabalho de Dunga, desabafou com relação à situação do Botafogo, seu clube, e que tem convivido com atraso de salários.

continua após publicidade

Segundo ele, não "há perspectiva" de melhorar a situação no clube que defende.

"Não tem como ignorar essa situação, mas a gente sabe que é atípico. Estamos sem nenhuma perspectiva, sem muita esperança de coisa melhor. Mas em novembro vai melhorar e a nova diretoria pode mudar o planejamento do Botafogo. A gente sabe que o time é grande", disse o arqueiro.

continua após publicidade

Aos 31 anos, Jefferson participou da campanha do quarto lugar na Copa-2014, e disse que a ida à seleção ajuda a esquecer os problemas no Botafogo. O clube ocupa apenas a 13ª colocação na Série A, com 22 pontos.

"Mesmo com todos esses problemas financeiros, é muito bom estar na seleção. Quero estar sempre", disse o jogador. Ele e seus companheiros de Botafogo já fizeram protesto em campo contra o atraso de salário, em julho, entrando com uma faixa em campo que dizia que estavam ali por serem profissionais e em respeito aos torcedores. Alguns atletas já deixaram a concentração também como protesto aos atrasos.

Jefferson falou também sobre o caso de racismo contra o goleiro Aranha em partida contra o Grêmio. O jogador foi insultado por torcedores, que o chamaram de "macaco".

"É muito lamentável ver a situação que ele está vivendo. Graças a Deus, nunca vivi isso. Mas isso só vai acabar quando tiver a punição necessária, é isso que eu espero. A gente se coloca na pele da família, dos que estão envolvidos. Isso só vai acabar quando tiver punição", disse o arqueiro.