Esportes

Holandês será o piloto mais jovem a guiar na F-1

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Holandês será o piloto mais jovem a guiar na F-1
fonte: Foto: Philip Platzer/Red Bull Content Pool
Holandês será o piloto mais jovem a guiar na F-1

SÃO PAULO, SP - A F-1 terá mais um filho de ex-piloto no grid na próxima temporada.

continua após publicidade

Além de Nico Rosberg e Kevin Magnussen, filhos de Keke e Jan, Max Verstappen foi anunciado nesta segunda-feira (18) como titular da Toro Rosso em 2015.
O piloto holandês substituirá o francês Jean-Eric Vergne e fará dupla com o russo Daniil Kvyat.

Verstappen, 16, baterá o recorde de precocidade na categoria, que atualmente pertence ao espanhol Jaime Alguersuari, o mais jovem piloto a disputar uma etapa da F-1.

continua após publicidade

Em 2009, Alguersuari disputou o GP da Hungria com 19 anos e 125 dias.

"Desde que tenho sete anos, a F-1 sempre foi meu objetivo e esta oportunidade é a realização de um sonho", declarou o piloto holandês.

Verstappen, foi campeão mundial de kart e atualmente disputa o campeonato europeu de F-3, no qual venceu oito das 27 corridas já realizadas na temporada.

continua após publicidade

"Muitas pessoas me ajudaram a chegar até aqui e quero agradecer a todos neste momento. Primeiro queria agradecer a meu pai, Jos, que sempre esteve ao meu lado, dia e noite, ano após ano", disse Verstappen, cujo pai participou de oito temporadas na categoria, entre 1994 e 2003 -ele foi ao pódio em duas ocasiões, quando corria pela Benetton, em 1994.

"Queria agradecer também meus patrocinadores, meus empresários e às equipes pelas quais eu corri, desde o kart até hoje. Todos nós trabalhamos como loucos para chegar à F-1 e, com a volta do sobrenome Verstappen à categoria, espero reviver bons momentos equero ver meus fãs nos circuitos", completou o holandês.

Com o anúncio, a Toro Rosso deverá ter a dupla mais jovem do grid em 2015, já que Kvyat tem apenas 20 anos.

"Consideramos Max um dos mais talentosos pilotos da nova geração e acreditamos que ele tem maturidade e força mental suficientes para assumir este desafio", declarou Franz Tost, chefe da Toro Rosso.