Esportes

Massa é o sétimo piloto mais bem pago da Fórmula 1

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Massa é o sétimo piloto mais bem pago da Fórmula 1
fonte: Foto: arquivo
Massa é o sétimo piloto mais bem pago da Fórmula 1

SÃO PAULO, SP - Felipe Massa é o piloto mais bem pago da F-1 depois dos cinco campeões mundiais que estão no grid nesta temporada e o líder do Mundial deste ano, Nico Rosberg, de acordo com a publicação "Business Book GP 2014".

continua após publicidade

O piloto brasileiro, que trocou a Ferrari pela Williams nesta temporada, recebe cerca de 4 milhões de euros por ano, o equivalente a aproximadamente R$ 12,2 milhões, e ocupa a sétima colocação entre os 22 pilotos que competem na F-1 atualmente.

O posto de mais bem pago em 2014 está empatado entre Fernando Alonso e Kimi Raikkonen, da Ferrari, e Sebastian Vettel, da Red Bull.

continua após publicidade

Segundo a publicação, os três, que juntos somam sete títulos mundiais (quatro de Vettel, dois de Alonso e um de Raikkonen), recebem aproximadamente 22 milhões de euros cada um, ou cerca de R$ 67 milhões.

A quarta posição na lista ficou com Lewis Hamilton, vice-líder do campeonato deste ano, que ganha 20 milhões de euro por ano na Mercedes.

Seu ex-companheiro de McLaren e também campeão do mundo Jenson Button aparece na quinta colocação na lista da "Business Book GP 2014", com um salário de 16 milhões de euros (R$ 49 milhões) por temporada na equipe inglesa -seu contrato, porém, acaba no fim deste ano e ainda não foi renovado.

continua após publicidade

O sexto colocado na lista é Rosberg, que lidera o Mundial deste ano. De acordo com a publicação, o piloto alemão recebe 12 milhões de euros (R$ 36 milhões) por ano da Mercedes.

A maior "injustiça" da lista é o salário de Daniel Ricciardo.

Único piloto a ter quebrado duas vezes a hegemonia da Mercedes em vitórias nesta temporada, o piloto da Red Bull é apenas o 15º mais bem pago do grid com um salário anual de 750 mil euros (R$ 2 milhões), muito menos do que recebe seu companheiro, Vettel, que tem tido um desempenho muito pior que o australiano até aqui.

Outra "injustiça" na lista é com Valtteri Bottas, companheiro de Massa na Williams. Dono de três pódios seguidos nesta temporada e quinto colocado no Mundial de Pilotos, o finlandês é o 14º colocado na lista, com um salário de 1 milhão de euros (R$ 3 milhões) por temporada.

Confira a lista completa dos salários da F-1 em 2014 (em euros):
1. Fernando Alonso, Ferrari, 22 milhões
Kimi Raikkonen, Ferrari, 22 milhões
Sebastian Vettel, Red Bull, 22 milhões
4. Lewis Hamilton, Mercedes, 20 milhões
5. Jenson Button, McLaren, 16 milhões
6. Nico Rosberg, Mercedes, 12 milhões
7. Felipe Massa, Williams, 4 milhões
Nico Hulkenberg, Force India, 4 milhões
9. Romain Grosjean, Lotus, 3 milhões
Pastor Maldonado, Lotus, 3 milhões
Sergio Perez, Force India, 3 milhões
12. Adrian Sutil, Sauber, 2 milhões
13. Kevin Magnussen, McLaren, 1 milhão
Valtteri Bottas, Williams, 1 milhão
15. Daniel Ricciardo, Red Bull, 750.000
Jean-Eric Vergne, Toro Rosso, 750.000
17. Jules Bianchi, Marussia, 500.000
18. Esteban Gutierrez, Sauber, 400.000
19. Daniil Kvyat, Toro Rosso, 250.000
20. Max Chilton, Marussia, 200.000
21. Marcus Ericsson, Caterham, 150.000
Kamui Kobayshi, Caterham, 150.000