Esportes

Brasil bate a Rússia e vai à semifinal da Liga Mundial

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Brasil bate a Rússia e vai à semifinal da Liga Mundial
fonte: Foto: Mauro de Sanctis/ FIVB
Brasil bate a Rússia e vai à semifinal da Liga Mundial

A seleção brasileira masculina de vôlei ignorou o seu retrospecto recente ruim diante da Rússia e assegurou antecipadamente a sua classificação às semifinais da Liga Mundial. Nesta quinta-feira, em Florença, a equipe dirigida por Bernardinho derrotou a Rússia por 3 sets a 1, com parciais de 26/24, 22/25, 25/23 e 25/22.

A partida contra os russos foi a primeira do Brasil na fase final da Liga Mundial, mas o triunfo já foi suficiente para garantir a presença da equipe nas semifinais. Afinal, a seleção dirigida por Bernardinho soma três pontos, enquanto a Rússia está com dois e o Irã com um no Grupo I.

A Rússia, porém, encerrou a sua participação na chave e, portanto, não pode mais ultrapassar o Brasil. Já a seleção vai encarar o Irã nesta sexta-feira, às 12h30 (horário de Brasília), em busca do primeiro lugar da chave. E uma derrota brasileira elimina o Irã.

Assim, o Brasil segue firme na luta pelo seu décimo título na Liga Mundial, mesmo após uma primeira fase em que foi extremamente irregular, com seis vitórias e seis derrotas. Além disso, encerrou uma série de quatro tropeços diante da Rússia, que incluiu a final da Olimpíada de Londres, em 2012, e também a decisão da última Liga Mundial.

O primeiro set da partida desta quinta-feira foi bastante equilibrado, mas a Rússia liderou o placar durante os principais momentos, tanto que foi em vantagem para os dois tempos técnicos. O Brasil, porém, não se abalou, manteve a concentração até o fim da parcial e venceu por 26/24, com o ponto decisivo sendo feito por Lucarelli.

A Rússia deu a resposta no segundo set. Os atuais campeões da Liga Mundial se mantiveram à frente do placar desde o começo e dessa vez não permitiram a reação brasileira. Assim, venceram a parcial por 25/22, contando com atuação inspirada de Spiridonov, e empataram a partida.

A seleção brasileira não se abateu e mostrou poder de reação no terceiro set. A Rússia chegou a abrir 20/17, mas acabou sendo batida por 25/23, com Lucarelli fazendo, mais uma vez, o ponto decisivo. A virada parece ter enchido o Brasil de moral.

Dessa vez, a seleção abriu vantagem confortável logo no começo do quarto set. Assim, a equipe pôde administrar com mais tranquilidade a partida e venceu a parcial por 25/22, com um ataque de Wallace, se garantindo antecipadamente nas semifinais da Liga Mundial, além de derrotar o seu recente algoz. E Wallace, aliás, foi o principal destaque da vitória brasileira ao fazer 23 pontos, cinco a mais do que Nikolay Pavlov, o jogador mais efetivo da Rússia no duelo.

A fase final da Liga Mundial prossegue nesta quinta-feira com mais uma partida. Às 15h30, Estados Unidos e Austrália vão duelar pelo Grupo H.

continua após publicidade