Esportes

Nadal cai diante de azarão de 19 anos em Wimbledon

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Nadal cai diante de azarão de 19 anos em Wimbledon
fonte: Foto: Andrew Ong/ uspen.org
Nadal cai diante de azarão de 19 anos em Wimbledon

Pela segunda vez, Rafael Nadal caiu diante de um azarão em Wimbledon. Eliminado pelo checo Lukas Rosol na edição de 2012 do Grand Slam inglês, desta vez o espanhol foi superado pelo australiano Nick Kyrgios, atual 144º colocado do ranking mundial, que venceu o tenista número 1 do mundo por 3 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/5), 5/7, 7/6 (7/5) e 6/3.

A derrota fez Nadal dar adeus à competição realizada em Londres nas oitavas de final, enquanto Kyrgios, uma revelação de apenas 19 anos de idade, se credenciou para encarar na próxima fase o canadense Milos Raonic, oitavo cabeça de chave. O tenista do Canadá avançou às quartas de final ao bater nesta terça o japonês Kei Nishikori por 3 sets a 1, de virada, com 4/6, 6/1, 7/6 (7/4) e 6/3.

Antes de bater Nadal, Kyrgios já havia surpreendido ao eliminar o francês Richard Gasquet, 13º cabeça de chave, na segunda rodada. Convidado da organização para poder jogar em Wimbledon, o australiano não se intimidou com o líder do ranking mundial no primeiro confronto entre os dois.

Para desbancar o enorme favoritismo de Nadal, Kyrgios exibiu grande eficiência no saque, com o qual conseguiu incríveis 37 aces e só teve o serviço quebrado por uma vez em toda a partida. Para completar, acumulou 70 winners, diante de 44 bolas vencedoras e 11 pontos de saque do espanhol. Assim, o australiano pôde se dar ao luxo de cometer 31 erros não-forçados, contra os 18 do seu poderoso rival.

Assim, Kyrgios fez história como primeiro tenista que não faz parte do Top 100 a vencer um líder do ranking mundial desde 1992, quando o russo Andrei Olhovskiy, então 193º do mundo, derrotou o norte-americano Jim Courier na terceira rodada de Wimbledon.

WAWRINKA AVANÇA - Se Nadal foi surpreendido, o suíço Stanislas Wawrinka fez valer a sua condição de quinto cabeça de chave de Wimbledon e se garantiu nas quartas de final nesta terça-feira. Ele derrotou o espanhol Feliciano López por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/5), 7/6 (9/7) e 6/3, e será o próximo rival do seu compatriota Roger Federer, que horas mais cedo bateu o também espanhol Tommy Robredo por 6/1, 6/4 e 6/4.

continua após publicidade