Esportes

Japão cala críticos e surpreende Camarões

Da Redação ·
  Japoneses abraçam Honda, autor do gol da vitória
fonte: Reuters
Japoneses abraçam Honda, autor do gol da vitória

Bastante criticado pelos resultados ruins às vésperas da Copa do Mundo, além de contar com o importante desfalque de Shunsuke Nakamura, Japão surpreendeu Camarões e estreou no Mundial com vitória de 1 a 0, nesta segunda-feira. A partida foi realizada no Free State Stadium, em Bloemfontein.

continua após publicidade

» Veja fotos de Japão x Camarões
» Dê a sua nota para os jogadores de Japão e Camarões

No equilibrado panorama que se anuncia para o Grupo E, o Japão conseguiu três pontos que podem ser decisivos, já que o segundo jogo é contra a fortíssima Holanda, que também venceu seu primeiro compromisso. Camarões, que pega a também zerada Dinamarca, jogará pela sobrevivência e para tentar cumprir a promessa de Samuel Eto'o: brigar pelo título da Copa.

continua após publicidade

Em campo, se viu as duas seleções com estilos fiéis ao seu passado recente. Japão bastante disciplinado, com todos os jogadores envolvidos na marcação e nas ações ofensivas, e Camarões pálido, sem muita criatividade e isolando seu melhor jogador do lado de campo.

O jogo

O primeiro tempo em Bloemfontein foi bastante movimentado, mas praticamente sem nenhuma oportunidade nítida de gol. Camarões repetiu a estratégia dos últimos meses e também utilizada na Inter de Milão, com Samuel Eto'o afastado da área e atuando como ponta direita, acompanhando o lateral adversário na marcação. Para piorar, o meio-campo de três volantes puros praticamente não criou.

continua após publicidade

Melhor no jogo, o Japão trocou mais passes e conseguiu entrar mais vezes na área de Camarões. Usando bem os lados do campo, principalmente com Matsui pela direita, os japoneses ainda contaram com a boa movimentação de Honda, segundo atacante com liberdade para aparecer em qualquer parte do gramado.

E foi nessa combinação que surgiu o gol japonês, o único real lance de perigo na primeira etapa. Matsui apareceu em boa condição após triangulação de passes, fintou Ekotto e cruzou de forma venenosa - a zaga camaronesa se atrapalhou e Honda, da pequena área, marcou aos 39min.

A crise de criação de Camarões só teve um alento quando Samuel Eto'o, logo depois da volta para o segundo tempo, resolveu tentar tudo sozinho. Da ponta direita, driblou toda a marcação e ofereceu o gol a Choupo-Mouting, que bateu para fora.

continua após publicidade

Com muita marcação e poucos lances efetivos, o jogo só provocou emoções em dois chutes de fora da área já perto do fim. Aos 35min, o capitão japonês Hasebe experimentou de fora, mas Souleymanou pegou. Logo depois, Camarões chegou bem perto de empatar: Mbia, que virou volante com a entrada do veterano Geremi, acertou o travessão em uma pancada que Kawashima só observou.

O Japão volta a ação em Durban no próximo sábado, dia 19, em difícil confronto com a Holanda e sua invencibilidade de 20 jogos. Camarões joga sua vida no Mundial contra a Dinamarca, no mesmo dia, em Pretória.