Esportes

Seleção testa Henrique de volante como nova opção a Oscar

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Seleção testa Henrique de volante como nova opção a Oscar
fonte: Foto: Rafael Ribeiro/ CBF
Seleção testa Henrique de volante como nova opção a Oscar

Em um treino coletivo com bom rendimento do time titular, que venceu por 4 x 0, o técnico Luiz Felipe Scolari voltou a substituir o meia Oscar da equipe principal durante a atividade nesta segunda-feira, desta vez substituindo o jogador do Chelsea por Henrique e colocando em campo uma formação com três volantes.

continua após publicidade

Oscar iniciou a preparação do Brasil para a Copa do Mundo com o status de titular absoluto, mas vem perdendo espaço durante os treinamentos pelo desempenho apagado e já tem sua posição ameaçada.

O também meia Willian treinou no lugar de Oscar na semana passada, quando o titular foi liberado da concentração para acompanhar o nascimento de sua primeira filha, e substituiu seu companheiro de clube no Chelsea no intervalo do amistoso de sexta-feira contra a Sérvia, o último antes da Copa, que o Brasil venceu por 1 x 0.

continua após publicidade

O técnico Luiz Felipe Scolari começou o treino coletivo desta segunda com a mesma equipe titular do amistoso de sexta contra a Sérvia e que conquistou a Copa das Confederações no ano passado, mas voltou a sacar Oscar durante a atividade.

O meia deu lugar a Henrique, zagueiro que também pode jogar de volante. O ex-jogador do Palmeiras atuou como primeiro homem do meio-campo, ao lado de Luiz Gustavo e Paulinho numa linha de três homens à frente dos zagueiros.

Felipão já adiantou que essa formação pode ser utilizada durante o Mundial numa situação em que o Brasil tenha que segurar um resultado apertado. Na conquista do pentacampeonato mundial em 2002, o técnico também jogou dessa forma, com o zagueiro Edmilson fazendo função de volante.

A única outra mudança realizada pelo treinador no coletivo foi uma troca de centroavantes: saiu Fred e entrou Jô. A substituição também normalmente é feita pelo técnico nas partidas, quando Fred aparenta estar cansado na etapa final.