Esportes

Vaiado, Neymar avisa: "Não é Santos, Corinthians ou São Paulo. É Seleção"

Da Redação ·
 Entre vaias e aplausos, Neymar foi substituído por Bernard no amistoso contra a Sérvia (Foto: Marcos Ribolli)
fonte:
Entre vaias e aplausos, Neymar foi substituído por Bernard no amistoso contra a Sérvia (Foto: Marcos Ribolli)

Neymar não gostou da atitude de parte da torcida brasileira no Morumbi, nesta sexta-feira à tarde. Após a vitória da Seleção, por 1 a 0, no amistoso contra a Sérvia, o camisa 10 reclamou das vaias de parte dos fãs e fez críticas ao comportamento de alguns torcedores. De acordo com o jogador, quem for ao estádio tem que esquecer o lado clubista e pensar só em apoiar o Brasil.

continua após publicidade

Visivelmente contrariado, ele discordou da reportagem ao ser questionado sobre se estava contente por sair aplaudido de campo.

- Acho que não, hein (saiu aplaudido). Mas eu transformei em aplausos, faz parte. Antes da Copa das Confederações foi a mesma coisa e deu tudo certo. Com certeza dá mais motivação (ser vaiado). Nós brasileiros temos preconceito com jogadores que atuaram em outros times. A rivalidade pesa. Mas estou vestindo a camisa da Seleção, assim como todos meus companheiros. Hoje, mais do que nunca, precisamos da torcida. Eles precisam começar a entender que aqui não é Santos, Corinthians, ou São Paulo, nem outra equipe. Aqui é seleção brasileira - afirmou.

continua após publicidade

Com atuação regular, Neymar chamou o jogo a todo momento e até aplicou dribles que levantaram os torcedores, mas não conseguiu ser unanimidade como na goleada por 4 a 0 sobre o Panamá, em Goiânia.

Após a vitória sobre a Sérvia, os jogadores da Seleção ganham folga e se reapresentam na Granja Comary, em Teresópolis, somente na manhã de domingo. O Brasil estreia na Copa do Mundo na quinta-feira da semana que vem, contra a Croácia, às 17h (de Brasília), na Arena Corinthians, em São Paulo.