Esportes

Corinthians aproveita falha de Fábio e bate o Cruzeiro

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Corinthians aproveita falha de Fábio e bate o Cruzeiro
fonte:
Corinthians aproveita falha de Fábio e bate o Cruzeiro


O confronto pela oitava rodada entre o líder do Brasileirão e o então sexto colocado foi marcado pela boa atuação dos goleiros. No entanto, não fosse pela falha clamorosa de Fábio, o jogo terminaria sem gols. O chute de longe de Guerreiro garantiu a vitória por 1 a 0 do Corinthians e deixou a equipe paulista no G4, na terceira posição do Brasileiro, com 15 pontos. O triunfo trouxe também tranquilidade para os comandados de Mano Menezes e impediu que o Cruzeiro disparasse na ponta da tabela.

O time da casa começou a partida pressionando o líder com várias investidas contra a meta de Fábio, que impediu a abertura do placar nos minutos iniciais com excelentes defesas em chutes de Guerrero e Romarinho.

Mas aos 15, Walter também mostrou seu valor ao fazer duas excelentes defesas em chutes sucessivos de Willian, de fora da área, e de Ricardo Goulart, já dentro da grande área. Aos 24, em outro lance de perigo, Ricardo Goulart levantou a bola e deixou Borges na cara de Walter. O atacante escorregou e desperdiçou a chance de abrir o placar, já que a defesa corintiana parou pedindo impedimento, que não havia.

Em outro milagre, Walter salvou o Corinthians ao defender chute à queima-roupa de Henrique, em jogada aérea dos mineiros, aos 25.

Mesmo com a pressão cruzeirense, aos 30, em uma bobeira de Bruno Rodrigo, o Corinthians quase marcou. Petros apertou e conseguiu sair com a bola dominada na entrada da área. O meia chutou firme para Fábio salvar o Cruzeiro e manter o zero no placar.

O primeiro tempo mostrou um ritmo forte das duas equipes e ressaltou o talento dos dois goleiros, que foram os principais responsáveis pelo 0 a 0 no placar.

Na volta do intervalo, o Corinthians pressionou o Cruzeiro logo no início e quase conseguiu a vantagem, em finalizações de Romarinho, defendida por Fábio, e de Fábio Santos, que passou por cima da meta do Cruzeiro.

Aos 22, quando o jogo estava morno, com muita briga no meio-campo, Guerrero recebeu a bola de um chute longo de Walter, dominou e arriscou quase da intermediária. A bola desviou em Bruno Rodrigo, mas parecia chegar para uma defesa fácil de Fábio. O goleiro do time mineiro, cotado para a Copa, escorregou e aceitou um "frango" monumental. Logo ele, um dos melhores da partida e que tinha impedido a abertura do placar no primeiro tempo.

Com a vantagem, o Corinthians tentou cadenciar o jogo, mas sofreu una forte pressão do Cruzeiro, que não conseguiu jogadas mais agudas. Apesar de receber a pressão, o time paulista soube administrar a vantagem e ameaçar em algumas oportunidades o gol do líder. Mesmo com as entradas de Dagoberto e Julio Baptista, o Cruzeiro não conseguiu encontrar o caminho do gol para ao menos empatar o duelo.

Aos 43, em mais uma bobeira de Fábio, agora com os pés, Guerrero subiu bem e mandou de cabeça na trave. Na volta, Luciano, que entrou no lugar de Romarinho, mandou mais uma no travessão de Fábio.

O Corinthians encara agora o Botafogo, no Itaquerão, e o Cruzeiro recebe o Flamengo, no Parque do Sabiá, os dois jogos no próximo domingo.


FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 0 CRUZEIRO

CORINTHIANS - Walter; Fagner (Guilherme Andrade), Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Bruno Henrique, Petros (Danilo) e Jadson; Romarinho (Luciano) e Guerreiro. Técnico: Mano Menezes.

CRUZEIRO - Fábio; Ceará (Mayke), Léo, Bruno Rodrigo e Egídio; Henrique (Julio Baptista), William Farias, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian (Dagoberto) e Borges. Técnico: Marcelo Oliveira.

GOL - Guerrero, aos 22 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Petros e Cleber (Corinthians).

ÁRBITRO - Dewson Fernando F. Da Silva (PA).

RENDA - R$ 546.413,00.

PÚBLICO - 17.784 pagantes.

LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

continua após publicidade