Esportes

Dunga fecha treino da seleção e ensaia mudanças

Da Redação ·
  Treinador impede, pela primeira vez na África do Sul, que imprensa assista prática
fonte: googleimagens.com
Treinador impede, pela primeira vez na África do Sul, que imprensa assista prática

A comunicação veio para os jornalistas na quarta-feira (9) à noite, via mensagem por celular. Dunga resolveu fazer nesta quinta-feira (10) pela manhã seu primeiro treino fechado. Fechado significa que ninguém pode ver o treinamento. O técnico não é revolucionário, ousado ou cheio de surpresas. Mas analisou com calma o que todos que estavam na Tanzânia, em Lisboa, em Bogotá ou na Vila Madalena viram: o Brasil ficou muito melhor com Daniel Alves no lugar de Elano, Ramires na vaga de Felipe Melo e, para ser justo, mais seguro com Gilberto na lateral esquerda e Michel Bastos no banco.

continua após publicidade

- Eu tenho a minha equipe base. Não vou levar insegurança ao time que levei três anos e meio para formar. Não vou trocar o time a cada partida.
A frase foi dita e repetida por Dunga para justificar suas convicções arraigadas. Ele pode ser teimoso, ressentido, mas está longe de ser estúpido. Ele e Jorginho perceberam o quanto o time melhorou com as alterações.