Esportes

Brasil faz 3 a 0 no Zimbábue no penúltimo teste

Da Redação ·
 Kaká no jogo amistoso do Brasil
fonte: AFP/G1
Kaká no jogo amistoso do Brasil

A seleção brasileira não teve dificuldade para vencer por 3 a 0 o Zimbábue, 110.º colocado no ranking da Fifa, nesta quarta-feira, em Harare, capital do país adversário, em seu penúltimo amistoso antes da estreia na Copa do Mundo, no próximo dia 15, contra a Coreia do Norte, em Johannesburgo.

continua após publicidade

Dunga escalou praticamente o time que começará o Mundial, com exceção de Juan, poupado por sentir dores musculares e substituído por Thiago Silva. Kaká, sobre quem pairavam dúvidas sobre sua condição física, atuou apenas no primeiro tempo e teve atuação discreta, sem grandes jogadas individuais e com apenas uma boa enfiada para Luís Fabiano. Ainda na etapa inicial, Júlio César tomou uma pancada na região lombar e deu lugar a Gomes.

continua após publicidade

O Brasil começou lento e errando muitos passes, muito por conta do gramado irregular do estádio Nacional. Os zimbabuanos começaram à toda, dividindo com volúpia e atacando com velocidade. Foi assim que criaram duas boas oportunidades de gol. A primeira foi aos 19 minutos, quando Júlio César saiu mal com os pés para cortar um contra-ataque e a bola sobrou para Karuru, com o gol livre, bater por cima. No lance, o goleiro brasileiro chocou-se com Benjani e foi substituído por Gomes, que, por sua vez, precisou trabalhar numa cabeçada de Knowleouse no canto direito.

continua após publicidade

O Brasil só se soltou na metade final. Luís Fabiano desperdiçou boa oportunidade ao receber de Kaká na área e bater para fora. Aos 41, Michel Bastos cobrou falta com violência - a 139 km/h, segundo a TV Globo - e acertou o ângulo direito, abrindo o placar. Dois minutos depois, Maicon fez lindo lançamento na área para Robinho, que tirou o zagueiro com o corpo, dominou e bateu rápido, com categoria, para marcar o segundo.

No intervalo, Dunga trocou Lúcio, Maicon e Kaká por Luisão, Daniel Alves e Júlio Baptista, respectivamente. Mesmo com as alterações, o Brasil ampliou sua posse de bola e, com toques rápidos, chegou fácil ao ataque. Aos 11 minutos, Daniel Alves fez linda tabela com Júlio Baptista e só rolou para Elano tocar para a rede. Robinho quase marcou o quarto com um belo desvio de chapa após cruzamento de Elano - a bola saiu rente à trave esquerda.

continua após publicidade

Grafite e Nilmar também entraram na equipe, que diminuiu o ritmo e administrou o resultado, sem ser ameaçada pela equipe da casa. Ainda assim, Elano desperdiçou boa chance ao receber na área e bater de canhota para fora.

continua após publicidade

A seleção fará seu último teste antes da Copa na segunda-feira, contra a Tanzânia, 108ª no ranking da Fifa, naquele país. Antes disso, treinará até domingo em Johannesburgo.

continua após publicidade

FICHA TÉCNICA:

Zimbábue 0 x 3 Brasil

continua após publicidade

Zimbábue - Sibanda; Mapemba, Markonese (Zwevse), Djambo (Nyoni) e Mwanjali; Nengomasha, Rambanepasi (Alumenda), Karuru (Nkhata) e Knowleouse; Benjani (Mushekwi) e Antipas. Técnico - Norman Mapeza.

continua após publicidade

Brasil - Júlio César (Gomes); Maicon (Daniel Alves), Lúcio (Luisão), Thiago Silva e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Kaká (Júlio Baptista); Robinho (Nilmar) e Luís Fabiano (Grafite). Técnico - Dunga.

Gols - Michel Bastos, aos 41, e Robinho, aos 43 minutos do primeiro tempo; Elano, aos 11 minutos do segundo.

Árbitro - Abdul Basit Ebrahim (AFS).

Cartões amarelos - nenhum.

Local - Estádio Nacional, em Harare (Zimbábue).