Esportes

Corinthians vence Santos e mantém liderança do Brasileiro

Da Redação ·
 Mano acha que há uma perseguição ao time
fonte: José Luis da Conceição/AE
Mano acha que há uma perseguição ao time

Em uma partida bastante movimentada, o Corinthians venceu o Santos por 4 a 2, neste domingo, no estádio do Pacaembu, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time de Parque São Jorge manteve a invencibilidade e a liderança da competição.

continua após publicidade

Após cinco rodadas, a equipe alvinegra chegou a 13 pontos --cinco a mais do que o Santos, que iniciou a rodada na vice-liderança.

Os gols do Corinthians foram marcados por Jorge Henrique, Bruno César, Ralf e Paulinho, enquanto André e Marcel marcaram para os santistas. O Santos ainda teve um gol anulado, quando perdia por 1 a 0. O lance foi muito contestado pela equipe da Vila Belmiro.

continua após publicidade

O clássico deste domingo era aguardado desde a vitória do Santos sobre o Corinthians por 2 a 1, pela fase de classificação do Campeonato Paulista. Na oportunidade, os jogadores corintianos reclamaram muito das firulas santistas, principalmente do chapéu aplicado por Neymar em Chicão com a bola parada.

Durante a semana, Neymar declarou que se tivesse vontade iria repetir a jogada neste domingo, o que não aconteceu. Ele foi substituído no segundo tempo e deixou o campo insatisfeito.

Além das polêmicas sobre as firulas e o chapéu, as duas equipes entraram em campo desfalcadas. O Corinthians não teve o atacante Ronaldo, que se recupera de uma lesão muscular na panturrilha direita --só volta a jogar após a Copa do Mundo.

continua após publicidade

Sem Ronaldo, Mano Menezes preferiu escalar a equipe no 4-4-2. Ele colocou Dentinho e Jorge Henrique no setor ofensivo e deixou Souza no banco de reservas. O meio de campo teve os armadores Bruno César e Danilo, além dos volantes Ralf e Elias. No sistema defensivo, a única novidade foi Jucilei no lugar de Alessandro.

Já o Santos não pode contar com o atacante Robinho, que está na seleção brasileira. Com isso, Dorival Júnior também preferiu escalar a equipe no 4-4-2. Marquinhos atuou no meio com Paulo Henrique Ganso, enquanto a dupla de ataque foi formada por André e Neymar.