Esportes

Crítico da CBF, Romário diz que torcerá pelo Brasil

Da Redação ·
Crítico da CBF, Romário diz que torcerá pelo Brasil (Arquivo)
Crítico da CBF, Romário diz que torcerá pelo Brasil (Arquivo)

SÃO PAULO, SP, 24 de março (Folhapress) - Crítico da organização brasileira para receber a Copa do Mundo, o ex-jogador e deputado federal Romário (PSB-RJ) afirmou que vai torcer para a seleção em 2014, mas indicou que está ciente de que o título vai ajudar a esconder problemas do país.

Em entrevista a ESPN Brasil, o ex-centroavante declarou que a conquista da Copa dos Estados Unidos em 1994, quando foi o grande protagonista, também ajudou a ocultar erros da CBF.

"A perda do dinheiro público [em 1994] não aconteceu porque a Copa não foi aqui. Mas aquela vitória, como a de 2002, fez que muita coisa ficasse embaixo do tapete e as próximas vitórias também farão isso", disse.

Ele voltou a dizer que o Brasil, como país, perdeu fora de campo a Copa de 2014 e que só resta torcer para que a seleção vença em campo.

Deixado de fora da seleção de 2002 pelo técnico Luiz Felipe Scolari, Romário comentou que sua torcida pela seleção independe de quem esteja no seu comando.

"Se o treinador fosse o próprio Marin, eu também torceria", disse, em referência ao presidente da CBF e do COL (Comitê Organizador Local da Copa), José Maria Marin.
 

continua após publicidade