Esportes

Ucrânia descarta pedir punição da Fifa à Rússia

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Ucrânia descarta pedir punição da Fifa à Rússia
fonte: Arquivo
Ucrânia descarta pedir punição da Fifa à Rússia

O presidente da Federação Ucraniana de Futebol, Anatoliy Konkov, negou hoje que irá pedir à Fifa que puna a Rússia pela anexação da península ucraniana da Crimeia como parte do seu território.

Segundo o dirigente, o conflito entre os dois países é uma discussão que não deve alcançar a esfera esportiva. "Os políticos devem se ocupar de temas políticos. Minha preocupação é apenas com o futebol", afirmou Konkov, na sede da Fifa, em Zurique.

Após participar da reunião do comitê organizador do Mundial de Clubes, nesta manhã, o ucraniano teve uma longa conversa com Viacheslav Koloskov, membro da organização da Copa de 2018, que será realizada na Rússia.

Na terça, um grupo com cerca de 20 ucranianos realizou um protesto contra a Rússia em frente à sede da Fifa. Os manifestantes pediram que a entidade exclua o país do Mundial de 2014 e lhe tire o direito de organizar a Copa seguinte.

Segundo a Ucrânia, a crise da Crimeia se tornou um conflito armado. O premiê Arseni Yatseniuk acusou tropas russas de atacarem bases militares ucranianas e matarem um soldado.

De maioria da população de origem russa, a península declarou de forma unilateral sua independência da Ucrânia depois de um plebiscito no domingo. Na terça, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou a anexação do território.

continua após publicidade