Esportes

Vasco vira sobre Inter e fatura 1ª vitória no Brasileiro

Da Redação ·
Vasco vira sobre Inter e fatura 1ª vitória no Brasileiro
fonte: Agências
Vasco vira sobre Inter e fatura 1ª vitória no Brasileiro

Com raça, valentia e um pênalti inexistente, o Vasco conseguiu na noite de quinta-feira (27) uma vitória improvável. Perdia para o Internacional por 2 a 0 até o intervalo, mas reagiu e ganhou de virada: 3 a 2. E deixou São Januário aplaudido de pé pela sua torcida, que reconheceu o esforço da equipe.

continua após publicidade

Na terça-feira, cerca de 30 torcedores invadiram o gramado de São Januário e, com dedos em riste, ameaçaram os jogadores. Assustada com o episódio e com uma possível reação mais violenta da torcida em caso de derrota, a diretoria do Vasco decidiu reforçar a segurança em São Januário para conter possíveis manifestações.

continua após publicidade

Precisando vencer para amenizar a crise, o Vasco começou o jogo com quatro volantes e nenhum meia de criação. O técnico Celso Roth explicou que essa formação cautelosa não foi uma preferência sua e sim uma necessidade. "É falta de opção", admitiu, referindo-se à carência da equipe.

continua após publicidade

Sob os gritos de "time sem vergonha", os jogadores Vasco foram para o vestiário, no intervalo, abatidos. Vários torcedores pediam a saída do presidente Roberto Dinamite e hostilizavam os atletas. Até ali, a equipe perdia a partida por 2 a 0, gols do meia Andrezinho, e não esboçava reação.

Veio o segundo tempo e o panorama mudou. O atacante Élton diminuiu a vantagem, logo no início da etapa inicial, ao acertar uma finalização que surpreendeu o goleiro Abbondanzieri. O empate veio com a ajuda do árbitro Héber Roberto Lopes, que marcou pênalti inexistente sobre o lateral-esquerdo Ernani. O meia Philippe Coutinho converteu a penalidade e empatou a partida, aos 32 minutos.

continua após publicidade

E a virada se concretizou seis minutos depois. O volante Nilton recebeu passe pelo lado direito e, de fora da área, acertou um belo chute no ângulo esquerdo do goleiro do Inter. Estava garantido o primeiro triunfo do Vasco no Brasileirão 2010.

continua após publicidade

O Inter, que teve o zagueiro Fabiano Eller expulso na etapa final, lamentou o resultado. "Com todo respeito, não poderíamos ter perdido para o Vasco da forma que foi", declarou o meia Giuliano.

continua após publicidade

O time gaúcho buscará a reabilitação no campeonato no domingo, diante do Atlético-PR, no Beira-Rio. O Vasco fará o clássico carioca com o Botafogo, no mesmo dia, no Engenhão.

Ficha Técnica:

continua após publicidade

Vasco 3 x 2 Internacional

continua após publicidade

Vasco - Fernando Prass; Élder Granja, Dedé, Cesinha e Ramon (Ernani); Nilton, Rafael Carioca, Léo Gago (Jéferson) e Souza (Dodô); Philippe Coutinho e Elton. Técnico: Celso Roth.

continua após publicidade

Internacional - Pato Abbondanzieri; Bolívar, Sorondo e Fabiano Eller; Nei, Sandro, Guiñazu, Andrezinho (Giuliano) e Kleber; Walter (Juan) e Alecsandro (Taison). Técnico: Jorge Fossati.

Gols - Andrezinho, aos 38 e aos 40 minutos do primeiro tempo. Elton, aos 4, Philippe Coutinho (pênalti), aos 32, e Nilton, aos 38 minutos do segundo tempo.

continua após publicidade

Cartão amarelo - Alecsandro (Internacional).

Cartão vermelho - Fabiano Eller (Internacional).

Árbitro - Héber Roberto Lopes (Fifa).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).