Esportes

Corinthians goleia com 2 de Jadson e 2 de Luciano

Da Redação ·
 Guilherme e Jadson festejam gol do Timão em Lins (Foto: Rubens Cardia / Futura Press)
fonte:
Guilherme e Jadson festejam gol do Timão em Lins (Foto: Rubens Cardia / Futura Press)


Um deles confirmou toda a expectativa em torno da sua contratação. O outro surpreendeu a todos e já é tratado como revelação. Jadson e Luciano, cada um com dois gols, formaram uma parceira perfeita na goleada do Corinthians por 4 a 0 contra o Linense, nesta quarta-feira, no estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins (SP), pela 12.ª rodada do Campeonato Paulista.

A vitória, a quarta consecutiva, recolocou de vez o Corinthians na briga por uma vaga nas quartas de final porque o Ituano, o segundo colocado do Grupo B, perdeu o seu jogo para o Comercial, em Ribeirão Preto (SP). Assim, a diferença entre os dois caiu para um ponto (21 a 20). É possível tirá-la nas três rodadas finais da fase de classificação.

Bastaram quatro de minutos de jogo para o Corinthians descobrir como ganharia a partida. Era muito fácil. Foi só manter a bola grudada nos pés do principal - e único - armador do time. Foram quatro bons lances de Jadson no primeiro tempo. Saíram três gols: dois dele, um do novato Luciano.

Bons jogadores não precisam de tempo de adaptação. Desde que Jadson estreou, no clássico contra o Palmeiras, o Corinthians não perdeu: cinco jogos, um empate e quatro vitórias. E mudou de patamar. Deixou de ser um time sem completamente sem inspiração, ainda que pese a escalação de três volantes.

O próprio sistema do técnico Mano Menezes, que põe todo o controle do jogo em cima de Jadson, criou uma super dependência em torno do meia. Como sair dela, da "Jadsondependência", virou um problema que precisa ser resolvido no próximo jogo. E é só um clássico. Por questões contratuais definidas na troca envolvendo Alexandre Pato, Jadson não enfrenta o São Paulo, neste domingo, no Pacaembu, a menos que se pague uma multa milionária. As opções são Renato Augusto ou apostar no velho bom retrospecto de Danilo contra o ex-clube.

Jadson se transformou no melhor jogador do time de Mano Menezes porque é ele quem coloca os companheiros na cara do gol. No primeiro lance contra o Linense, Jadson enfiou uma bola para Luciano, que por pouco não abriu o placar. Em cinco minutos, aos 17 e aos 22, resolveu o jogo. Primeiro em um ótimo chute de fora da área, como fizera contra o Oeste. Depois fez um golaço de falta, um feito cada vez mais raro para um time que se vangloriou de ter cobradores como Neto e Marcelinho Carioca.

O terceiro gol do Corinthians foi do Jadson armador, invertendo o jogo da esquerda para a direita. A bola chegou limpa para Luciano, que não pensou nem um segundo a mais do que deveria: correu e bateu de chapa. Um lindo gol.

Nesta quarta, foi apenas o primeiro jogo de Luciano como titular. Está confiante e sem medo, apesar de ter apenas 20 anos. Guardada as proporções dos jogos, é um início similar ao de Romarinho. Foi contratado, estreou e já fez gols.

Se Mano Menezes não puder contar com o peruano Guerrero no clássico, deve manter Luciano no time titular no clássico em vez de Emerson, que entrou no segundo tempo contra o Linense no lugar de Romarinho. Como era esperado, a entrada de Luciano deixou o time mais veloz.

Nada mais natural que o Corinthians pisasse no freio no segundo tempo. E nada mais natural, também, que Luciano, em ótima fase, escorasse de cabeça uma cruzamento certeiro de Fagner. 4 a 0 que dá moral antes de qualquer clássico.

FICHA TÉCNICA

LINENSE 0 x 4 CORINTHIANS

LINENSE - Anderson; Marcelo, Rodrigo Arroz, Tobi e João Paulo; Renan, Elizeu, Thiago Santos (Bruno Ribeiro) e Rodriguinho (Branquinho); Rodrigo Tiuí (Fernandinho) e Anselmo. Técnico: Roberto Fonseca.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Cléber, Gil e Uendel; Ralf, Guilherme, Bruno Henrique (Danilo) e Jadson; Luciano (Renato Augusto) e Romarinho (Emerson). Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Jadson, aos 17 e aos 22, e Luciano, aos 32 minutos do primeiro tempo; Luciano, aos 18 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Thiago Santos (Linense); Fagner (Corinthians).

ÁRBITRO - Leonardo Ferreira Lima.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins (SP).

continua após publicidade