Esportes

Jogadores do Corinthians querem a saída de Sheik

Da Redação ·
O polêmico selinho de Sheik em um amigo
O polêmico selinho de Sheik em um amigo

Emerson Sheik não está com o filme queimado apenas junto ao torcedor corintiano. O atacante também ficou sem clima entre os companheiros de elenco, fato que já é conhecido até pela diretoria de futebol.

A gota d’água foi a entrevista que Sheik deu após a derrota para o Bragantino, na noite de quarta-feira, colocando em dúvida a necessidade de o time fazer greve. “Ele foi o cara que mais agitou para não jogarmos contra a Ponte Preta”, revela um corintiano, referindo-se ao confronto em Campinas, no dia seguinte à invasão dos torcedores ao CT.

Antes de dizer uma coisa em público e fazer outra nos bastidores, Sheik já havia despertado a ira dos colegas por uma série de motivos. O principal deles: o selinho polêmico em um amigo, no ano passado.

Fonte/autoria: jorgenicola.ig.com.br

“Aquilo jogou uma pressão enorme sobre ele, mas também em cima do time. Sem contar que o Sheik chega sempre atrasado nos treinos e não respeita regra alguma”, acusa um colega de Corinthians, furioso.

A diretoria também entende que o ciclo do atacante chegou ao fim. Resta que o mercado concorde e apareçam propostas. O presidente Mario Gobbi topa até pagar parte dos salários para se livrar de Sheik.

continua após publicidade