Esportes

Palmeiras define vitória em um tempo

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Palmeiras define vitória em um tempo
Palmeiras define vitória em um tempo

SÃO PAULO, SP, 23 de janeiro (Folhapress) - O Palmeiras não jogou muito bem, mas venceu o Comercial de Ribeirão Preto, fora de casa, por 2 a 0, hoje, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

A despeito de o Comercial ter chutado mais a gol do que os palmeirenses, o time do interior nunca deu mostras de que venceria o jogo.

Os dois gols do Palmeiras saíram em lances de desatenção da defesa comercialina. Aos 13 min, Wendel bateu lateral da direita, Alan Kardec desviou e a bola atravessou a área até encontrar Juninho, que bateu livre para abrir o placar.

Com o gol, o Comercial se lançou ao ataque e deu mais espaço para o Palmeiras contra-atacar. Kardec teve boa chance aos 34, mas bateu para fora.

Três minutos depois, no entanto, Wesley não desperdiçou. Xaves saiu jogando errado na entrada da área, Alan Kardec deu um leve toque. A bola sobrou para o camisa 11 bater forte de fora da área e fazer um golaço.

O Comercial voltou com ainda mais vontade na segunda etapa. Mas, demonstrando muita ansiedade, batia muito mal a gol.

O Palmeiras, cansado, administrou o jogo. Juninho, Renato e Wesley saíram para as entrada de William Matheus, França e Felipe Menezes.

Estreante da noite, o zagueiro Lúcio fez uma partida tranquila, mas mostrou que ainda precisa de um pouco mais de ritmo de jogo.

Com o resultado, o Palmeiras chega a seis pontos no Grupo D e fica em segundo lugar. Com os mesmos seis pontos, o Bragantino é o primeiro por ter um gol a mais de saldo.

O Comercial, no Grupo A, ainda não pontuou.

No domingo, o Palmeiras vai a Sorocaba enfrentar o Atlético. No mesmo dia, o Comercial visita o Bragantino.

COMERCIAL

Júlio Sérgio; Graffite (Leandrinho), Edimar, Reniê e Wilian Simões; Xaves, Marcus Winícius e Cacá (Leandro Oliveira); Cassiano Bodini, Marcelo Toscano e Macena (Rodrigo). Técnico: Toninho Cecílio

PALMEIRAS

Fernando Prass; Lúcio, Henrique e Marcelo Oliveira; Wendel, Renato (França), Wesley (Felipe Menezes), Mazinho e Juninho (William Matheus); Serginho e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina

Estádio: Palma Travassos, em Ribeirão Preto

Árbitro: Welton Orlando Wohnrath

Gols: Juninho, aos 13 min, e Wesley, aos 37 min do 1º tempo

Cartões amarelos: Marcus Winícius (C)

Renda: R$ 420.415,00

Público: 8.815 pagantes

 

continua após publicidade