Esportes

Guerrero não deve mais jogar em 2013

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Guerrero não deve mais jogar em 2013
Guerrero não deve mais jogar em 2013

SÃO PAULO, SP, 22 de outubro (Folhapress) - O atacante Guerrero não vai mais jogar pelo Corinthians em 2013. O jogador vai ser operado amanhã, no pé esquerdo, devido a uma fissura no dedo mínimo. O tempo mínimo de recuperação previsto para este tipo de intervenção é de três meses. A decisão pela cirurgia foi tomada ontem de manhã, após avaliação do consultor médico do clube, Joaquim Grava, que vai comandar a cirurgia.

Guerrero sente dores no local há mais de 45 dias. O clube vinha adotando um tratamento com base em exercícios e fisioterapia para tentar amenizar o problema. Mas um pisão recebido por ele no jogo de 2 de outubro, contra o Bahia, em Itu -vitória por 2 a 0- agravou a situação.

O atleta peruano era esperado pela comissão técnica do Corinthians para o jogo de amanhã, contra o Grêmio, em Porto Alegre, às 21h50, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Na segunda, o jogador começou o treino no campo, mas saiu antes do fim da atividade.

Sem Guerrero, Tite deve escalar Romarinho como centroavante, já que Emerson sentiu dores no tornozelo esquerdo e vai começar o jogo no banco.

Para se classificar à semifinal, o Corinthians precisa vencer o Grêmio, ou empatar com gols. Um novo 0 a 0, placar do jogo de ida, no Pacaembu, em 25 de setembro, leva o jogo para os pênaltis.
 

continua após publicidade
confira também



Um mês

Com uma distensão nos músculos posteriores da coxa esquerda, o goleiro Cássio está fora do time titular do Corinthians por no mínimo um mês.

O jogador não vai ser operado. A lesão será tratada com fisioterapia e exercícios.

O substituto de Cássio será Walter, contratado em maio, junto à União Barbarense. O jogador estava no banco contra o Criciúma e entrou bem após a lesão do titular, no último sábado.

"O normal é que Danilo Fernandes fosse o novo titular, era ele na hierarquia. Mas Walter angariou confiança para ele e para o time no último jogo", disse o técnico Tite.

Walter estava no banco por conta de um rodízio promovido por Tite entre os goleiros reservas.

Tite negou que o bom histórico de Walter defendendo pênaltis tenha influenciado sua decisão por escalá-lo contra o Grêmio, já que um empate sem gols, amanhã, pode levar o jogo a decisão para as penalidades. No primeiro jogo, no Pacaembu, não houve gols.