Esportes

César Cielo fatura ouro nos 100m livre no Maria Lenk

Da Redação ·

César Cielo confirmou o favoritismo neste sábado e venceu com tranquilidade a prova dos 100 metros livre do Troféu Maria Lenk, em Santos. O atleta do Flamengo registrou seu melhor tempo na temporada, ao marcar 48s63. A medalha de prata ficou com Vinicius Waked, do Minas, que marcou 49s86. Bruno Fratus, do Pinheiros, levou o bronze, com 50s40.

continua após publicidade

Com os 48s63, Cielo anotou o quinto melhor tempo da temporada na prova mais tradicional da natação. Ele superou ainda sua melhor marca até então no ano, de 49s00, no GP de Ohio, nos Estados Unidos. Em 2010, o nadador mais rápido da prova é o campeão olímpico Alain Bernard, que registrou 48s32 no Campeonato Francês, em abril.

continua após publicidade

Cielo vinha nadando na casa dos 49 segundos nas eliminatórias da prova, em Santos. Para a final, o nadador havia prometido alcançar a casa dos 48 segundos. O brasileiro, porém, segue longe do recorde mundial, de 46s91, estabelecido por ele mesmo, no Mundial de Roma, em 2009. Na época, os trajes tecnológicos ainda estavam liberados.

continua após publicidade

Com a vitória neste sábado, Cielo se despediu da competição, com duas medalhas de ouro - também venceu os 50 metros livre. Por causa do cansaço, o brasileiro desistiu de disputar os 50 metros borboleta.

Na prova feminina, Tatiana Lemos garantiu a vitória com o tempo de 55s91. Flávia Delaroli faturou a medalha de prata, com 56s62. Em terceiro lugar, Daynara de Paula registrou 56s62.

continua após publicidade

Também na manhã deste sábado, Felipe França não decepcionou a torcida e venceu a final dos 50 metros peito, depois de registrar 27s73, o quarto melhor tempo do ano nas eliminatórias. Medalha de prata em Roma, ele marcou 27s81 na final e faturou o ouro.

"A prova foi um pouco rápida para mim. Não deu tempo de acordar muito o corpo. Engoli um pouco de água, mas depois fui bem", avaliou o brasileiro, em entrevista à Sportv. João Luiz Júnior ficou com a prata, com 28s20, e Henrique Barbosa foi o terceiro, com 28s39.