Esportes

Alonso diz que só não atacou Massa por serem companheiros de equipe

Da Redação ·
  Reuters
fonte: Fernando Alonso não atacou Felipe Massa porque pensou no "chefe"
Reuters

Dois dias após o Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1, Fernando Alonso admitiu que se fosse outro piloto na sua frente ao final da corrida que não Felipe Massa, seu companheiro de equipe na Ferrari, teria atacado para tentar um lugar no pódio. No domingo (28), o espanhol se limitou a defender a sua posição dos ataques de Lewis Hamilton (McLaren) e terminou em quarto.

continua após publicidade

Alonso disse ainda, em entrevista ao jornal espanhol El Pais, que na hora pensou no "chefe", o italiano Stefano Domenicali, que dirige as operações do time nas corridas.

continua após publicidade

- É difícil atacar o seu companheiro de equipe, se fosse outro piloto, eu o teria feito. Mas pensei no chefe e não fiz nada estranho. Meus pneus já estavam bastante gastos e não tinha boas condições de ultrapassá-lo.

continua após publicidade

A corrida começou atrapalhada para Alonso. Ele perdeu várias posições na largada e depois foi tocado por Jenson Button (McLaren, vencedor da prova), o que deixou o seu carro atravessado na pista e na direção contrária. Mesmo assim, saiu ileso do acidente.

- Foi um momento difícil. Pensei que seria impossível pontuar na corrida.

continua após publicidade

O espanhol começou, então, uma corrida de recuperação que acabou sendo muito positiva. O bicampeão mundial encerrou a prova em Melbourne em quarto lugar, logo atrás de Massa, que subiu ao pódio. Ele considerou o resultado bom, já que na sua opinião, abriu vantagem para os seus maiores adversários ao título.

continua após publicidade

- Pensei naquele momento que um quarto lugar era um grande resultado. Diante de mim não havia nenhum de meus rivais ao título. Abri 12 pontos sobre (Sebastian) Vettel e 11 sobre (Michael) Schumacher.

A Ferrari, que fez dobradinha no GP do Bahrein, tem seus dois pilotos na liderança do Mundial. Alonso está em primeiro com 37 pontos, seguido por Massa, com 33.