Esportes

Tite vê vaga na semi aberta e admite má fase do ataque

Da Redação ·
Turbulência causa pânico em voo do Corinthians na volta para o país: ​"Nunca passamos por isso", afirmou o técnico Tite - Foto: Arquivo
Turbulência causa pânico em voo do Corinthians na volta para o país: ​"Nunca passamos por isso", afirmou o técnico Tite - Foto: Arquivo

Deste fim de semana até o jogo da volta das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Grêmio, dia 23 de outubro, o Corinthians vai disputar sete jogos pelo Campeonato Brasileiro. Após o 0 a 0 na noite de quarta-feira no Pacaembu, o técnico Tite se concentrará nesse período até a decisão em Porto Alegre em pôr o time nos trilhos, em especial o ataque. Para ele, a vaga nas semifinais está em aberta.

"Está absolutamente em aberta, absolutamente aberta a classificação, sendo que o empate com gols nos favorece, a vantagem é pouca, mas está aberta (a classificação)", afirmou Tite.
 

continua após publicidade
confira também



O técnico, contudo, reconheceu que as críticas são justas quanto ao pouco poder de fogo de seu ataque - nos últimos sete jogos o time só fez um gol. "É um dado estatístico, não há o que justificar, tem de trabalhar. Para daqui a 30 dias, espero uma retomada, um momento técnico melhor para a equipe toda em geral."

Tite evitou criticar a arbitragem de Ricardo Marques Ribeiro, mas no seu entender o Corinthians foi prejudicado num lance que poderia ter definido a partida, aos 14 minutos do primeiro tempo. Guerrero, na mesma linha da zaga gremista, fez um gol, mas a arbitragem marcou impedimento. "Quando a fase está ruim...as coisas complicam. Fico tranquilo porque ouço, Corinthians, arbitragem, Corinthians, arbitragem...olhem agora", disse. "Pelo que vocês disseram (da TV) o Guerrero não estava em impedimento, e esse é um jogo de uma bola só."

Outro lance duvidoso foi uma dividida de Rhodolfo em Emerson Sheik no segundo tempo. O zagueiro derrubou o atacante corintiano dentro da área, mas o árbitro não marcou pênalti.

Com o 0 a 0 de quarta-feira, o Corinthians chegou a sete partidas sem vitórias. O time volta a campo domingo, contra a Portuguesa, em Campo Grande, no estádio Morenão, pelo Campeonato Brasileiro.