Esportes

Vettel passeia, vence e segue firme rumo ao tetra; Massa termina em 6º

Da Redação ·
Vettel passeia, vence e segue firme rumo ao tetra; Massa termina em 6º
Vettel passeia, vence e segue firme rumo ao tetra; Massa termina em 6º





SÃO PAULO, SP, 22 de setembro (Folhapress) - O alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, venceu hoje, sem problemas, o GP de Cingapura, 13ª etapa do Mundial de F-1, e deu mais um passo rumo ao seu quarto título consecutivo na categoria.

O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, que largou em sétimo, cruzou a linha de chegada na segunda colocação. O finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, completou o pódio. Massa, sexto no grid de largada, terminou a prova exatamente na sexta posição.

Com o triunfo, Vettel chegou aos 247 pontos na liderança do Mundial de pilotos da F-1, 60 pontos a mais do que o segundo colocado Alonso. O terceiro é Lewis Hamilton, da Mercedes, com 151, seguido por Raikkonen, que tem 149.

Alonso fez de tudo para evitar a terceira vitória seguida do alemão da Red Bull, mas era impossível. O espanhol até que fez uma largada digna de campeão, pois pulou do sétimo lugar para o terceiro.

Podia até ter conseguido mais ao ver Vettel e o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, quase se tocarem na disputa pela primeira posição após o apagar das luzes. Mas, neste momento, o terceiro lugar já era louvável.

No decorrer da corrida, Alonso conseguiu se manter no segundo lugar, porque o primeiro era inalcançável. Na 45ª volta, por exemplo, Vettel parou nos boxes para trocar o seu pneu e, mesmo assim, voltou na frente do espanhol, que ainda faria a sua parada.

Os engenheiros do alemão nem tinham o que falar no rádio. Diziam apenas para ficar esperto numa possível entrada do carro de segurança. O piloto carregou a sua Red Bull sem nenhum problema para a linha de chegada. Ele liderou todas as voltas do GP.

Raikkonen, mesmo com um problema nas costas, conseguiu chegar na terceira colocação --havia largado em 13º. Já Massa conseguiu recuperar a sua sexta posição nas últimas voltas, mas ficou longe de Alonso.
 

continua após publicidade