Esportes

Massagista invade campo, evita gol e garante classificação

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Massagista invade campo, evita gol e garante classificação
fonte:
Massagista invade campo, evita gol e garante classificação

Um lance polêmico e inusitado ocorreu no jogo em que o Aparecidense garantiu vaga nas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro, na noite de sábado, em Minas Gerais. Aos 44 minutos do segundo tempo, o massagista Romildo Fonseca da Silva evitou o gol que daria a classificação ao Tupi-MG.

Ao lado da goleira, Silva entrou em campo e esperou pelo chute do atacante adversário Ademilson. Quando a bola ia entrando, ele a chutou de volta. No rebote, a mesma coisa.

O lance gerou revolta de jogadores, comissão técnica e torcedores do Tupi, que estaria classificado caso tivesse marcado o gol — como o primeiro jogo havia terminado 1 a 1, o 3 a 2 em Minas Gerais garantiria vaga ao time local.

O massagista teve de correr para o vestiário para não ser agredido por adversários. Uma confusão tomou conta do gramado. O árbitro, porém, não deu o que seria o gol.

continua após publicidade