Esportes

Tite exalta Pato na seleção, mas critica calendário

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Tite exalta Pato na seleção, mas critica calendário
Tite exalta Pato na seleção, mas critica calendário

Um dia depois de ver Alexandre Pato ser convocado para defender a seleção brasileira, em substituição ao lesionado Fred, o técnico Tite afirmou nesta terça-feira que o atacante mereceu a chance que ganhou de Luiz Felipe Scolari e exaltou o bom momento do jogador corintiano. Entretanto, não deixou de criticar o polêmico calendário de jogos do Campeonato Brasileiro coincidindo com os amistosos que o Brasil fará contra Austrália, sábado, no Mané Garrincha, em Brasília, e no próximo dia 10, diante de Portugal, em Boston, nos Estados Unidos.
 

continua após publicidade
confira também



Por causa da convocação, Pato desfalcará o Corinthians em três partidas do Campeonato Brasileiro. Primeiro não enfrentará o Internacional, nesta quarta-feira, em Novo Hamburgo (RS), e depois não poderá pegar o Náutico, domingo, no Pacaembu, e o Botafogo, no dia 11, no Maracanã.

Tite criticou o fato de que a seleção fará duas partidas em datas que não reservadas pela Fifa para amistosos, prejudicando não só o Corinthians, mas outros clubes que tiveram jogadores convocados.

"O Pato mereceu a convocação, pelo trabalho e qualidade dele, e também pelo departamento médico e físico de clube, além dos colegas e atletas, que fizeram com que fizesse gols. O Pato mereceu, neste ano ele já fez mais gols e mais jogos do que em todo ano passado", enfatizou o comandante, para depois reclamar do calendário.

"Se fosse uma data-Fifa não tem o que dizer, mas para amistoso gostaria que (Pato) não fosse convocado, pela sequência do trabalho, mas respeitando tudo o que falei", disse Tite, fazendo questão de esclarecer que não está criticando Felipão, mas sim o calendário que prevê uma série de jogos do Brasileirão enquanto jogadores dos clubes estão servindo a seleção em amistosos, e não em uma competição oficial.

Além de Pato, Tite também não terá Guerrero, mais uma vez convocado para defender a seleção peruana, nos três próximos jogos do Corinthians.