Esportes

Brasil despacha Sérvia com novo 3 a 0

Da Redação ·
 O Brasil segue mandando no Grand Prix e deu mais um passo rumo ao título (Foto: Divulgação / FIVB)
fonte:
O Brasil segue mandando no Grand Prix e deu mais um passo rumo ao título (Foto: Divulgação / FIVB)

A seleção brasileira feminina de vôlei continua sua trajetória vitoriosa no Grand Prix, em Sapporo, no Japão. Na madrugada deste sábado, a equipe comandada por José Roberto Guimarães até encontrou mais resistência, porém derrotou a Sérvia por 3 a 0 (parciais de 26/24, 25/21 e 25/22) e ficou a um passo de conquistar mais uma vez a competição.

continua após publicidade

Impecável na fase final, com quatro vitórias sem perder um set sequer, o Brasil pode até levar o campeonato antecipadamente. Para tal, basta que as chinesas (compromisso final da seleção, no domingo), que mantêm a invencibilidade desde a etapa preliminar, sejam derrotadas pelas anfitriãs ainda neste sábado, a partir das 7h30m (de Brasília), também com transmissão do SporTV.

Maior vencedora da história, a equipe brasileira luta por seu nono título (os Estados Unidos vêm em segundo, com cinco) da competição, que este ano apresenta sua 21ª edição. A China conquistou o Grand Prix em 2003, ano em que as meninas do Brasil sequer passaram para o hexagonal decisivo.

O jogo

A Sérvia entrou em quadra sem contar com as titulares Mihajlovic, Brakocevic e Rasic (poupadas para o Campeonato Europeu). Surpreendidas, as brasileiras viram às rivais largarem na frente, mas a seleção virou para 3 a 2 com um bloqueio triplo. As sérvias deram o troco, passaram para 4 a 3 e depois abriram para 8 a 4, indo para o primeiro tempo técnico com boa vantagem. A parada foi providencial para o quadro comandado por Zé Roberto, que se encontrou e logo igualou em 9 a 9. Porém, mesmo com algumas reservas, as adversárias estavam muito bem, principalmente com Bjelica, e foram para o segundo tempo técnico com 16 a 13 a seu favor. E foi com um bloqueio de Scheilla e um erro das rivais que as meninas brasileiras passaram novamente à frente, agora em 19 a 18. O embate, no entanto, seguiu equilibradíssimo, cabendo a um ataque sensacional de Fê Garay, finalmente, aliviar o Brasil no set, dando a vitória por 27 a 25.

Após o sufoco na parcial anterior, a seleção voltou com mais autoridade para a partida, o que ficou evidenciado no placar, primeiro com 5 a 1 e depois com 8 a 4. O time nacional permaneceu soberano após o intervalo e ampliou para 11 a 5, porém um rápido período de desconcentração fez com que as sérvias diminuíssem a diferença, e o placar passou a mostrar 12 a 10. Foco recuperado, o Brasil voltou ao domínio e foi para o tempo técnico com 16 a 11. Depois de colocar 23 a 17, as meninas selaram o set em 25 a 21, graças a uma diagonal perfeita de Gabi.

O time da Sérvia voltou a endurecer na terceira parcial, começando melhor e fazendo 8 a 5 quando Thaisa foi marcada pelo bloqueio. Mais uma vez, o time brasuca se recuperou e chegou ao empate ( 9 a 9), virando depois para 13 a 12 e indo para nova parada técnica com a parcial de 16 a 13. Ciente de que a vitória era iminente, a seleção manteve o ritmo e liquidou o jogo, fazendo 25 a 22 e se mantendo insuperável no hexagonal decisivo.

Confira as escalações das equipes:

Brasil: Fabiana, Dani Lins, Thaisa, Gabi, Sheilla e Fernanda Garay, com Fabi de líbero. Entraram: Michelle, Monique, Juciely
Treinador: José Roberto Guimarães

Sérvia: Zivkovic, Malesevic, Veljkovic, Nikolic, Bjelica e Ninkovic com Majstorovic. Entrou: Molnar
Treinador: Zoran Terzic