Esportes

Bolt consegue vitória apertada nos 100m em Zurique

Da Redação ·
Menos de duas semanas depois de ter brilhado no Mundial de Atletismo de Moscou, quando conquistou três medalhas de ouro, Usain Bolt voltou a competir nesta quinta-feira, ao disputar a penúltima etapa da Diamond League, em Zurique, na Suíça. E confirmou o favoritismo com uma vitória apertada nos 100 metros, ao cravar o tempo de 9s90, superando o também jamaicano Nickel Ashmeade (9s94) e o norte-americano Justin Gatlin (9s96), que completaram o pódio. No Mundial encerrado no dia 18 de agosto, Bolt foi campeão dos 100 metros, 200 metros e revezamento 4x100 metros, escrevendo mais um capítulo de sua brilhante carreira. Assim, passou a ter o recorde de oito medalhas de ouro na história da competição - também tem outras duas de prata. Em Zurique, ele esteve longe do seu recorde mundial de 9s58, conseguido em 2009, e também do tempo que cravou na final em Moscou, quando venceu com 9s77. Mas fez o suficiente para somar mais uma vitória para o seu currículo - dessa vez, com uma vantagem mais apertada do que costuma acontecer. Agora, o astro jamaicano ainda pretende disputar a última das 14 etapas da Diamond League, circuito mundial que reúne a elite do atletismo, que está marcada para acontecer no dia 6 de setembro, em Bruxelas, na Bélgica. Depois, Bolt deve encerrar a temporada e entrar em merecidas férias. Outra jamaicana que ganhou nesta quinta-feira foi Shelly-Ann Fraser-Pryce, que também conquistou três medalhas de ouro no Mundial de Moscou (100 metros, 200 metros e revezamento 4x100 metros). Em Zurique, ela ficou com o título da prova dos 200 metros, ao fazer o tempo de 22s40. Nos 400 metros, o norte-americano Lashawn Merritt também manteve a boa fase e comprovou o favoritismo. Depois de ter sido campeão mundial da prova em Moscou, quando ainda levou ouro no revezamento 4x400 metros, ele ficou com a medalha de ouro em Zurique ao cravar a marca de 44s13.
continua após publicidade