Esportes

Botafogo vence a Portuguesa e mantém a liderança

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia  Botafogo vence a Portuguesa e mantém a liderança
fonte:
Botafogo vence a Portuguesa e mantém a liderança

Depois de três empates seguidos no Campeonato Brasileiro, o Botafogo voltou a comemorar uma vitória neste domingo. Mesmo com grande dificuldade e um dia de pouca inspiração, o time conseguiu vencer por 3 a 1 a Portuguesa, que está na zona de rebaixamento, no Canindé, para se manter líder da competição, com 29 pontos, um à frente do Cruzeiro.

continua após publicidade

O confronto ficou marcado por uma intensa discussão entre Seedorf e Gilberto no primeiro tempo. Depois, no segundo, os dois foram os responsáveis pelos passes para os três gols da vitória, marcados por Bolívar, Rafael Marques e Elias.

A Portuguesa volta a campo na quinta-feira em sua estreia na Copa Sul-Americana, contra o Bahia, no Canindé. Já o Botafogo joga no mesmo dia, contra o Atlético-MG, no Maracanã, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Campeonato Brasileiro, os times atuam dia 25, contra Atlético-MG e Atlético-PR, respectivamente, ambos fora de casa.

continua após publicidade

Mudança tática na Portuguesa

O Botafogo entrou em campo precisando da vitória para se manter na liderança. No entanto, quem assistia pela primeira vez a um jogo do time no Campeonato Brasileiro jamais poderia imaginar que se tratava do primeiro colocado. Mesmo com a volta de Lodeiro, Gabriel e Jefferson, os erros de passe e posicionamento, além da falta de criatividade pesaram.

A escalação de Correa como lateral-direito para Luis Ricardo se transformar em atacante foi o que ajudou a Portuguesa a segurar o adversário e ser bem mais perigosa ofensivamente. A defesa do Botafogo demorou a entender o posicionamento dos jogadores em campo e, tecnicamente, não conseguiu desenvolver o seu jogo.

continua após publicidade

Mesmo assim, o Botafogo ainda reclamou um pênalti de Valdomiro em Seedorf, aos 13 minutos. No entanto, a jogada de maior intensidade do time no primeiro tempo aconteceu aos 23 minutos, em uma cobrança de falta a favor da Portuguesa, quando Seedorf quis dar uma bronca em Gilberto, que não aceitou e respondeu com xingamentos depois de levar um tapa no braço aplicado pelo holandês.

O clima ruim era o reflexo da atuação do Botafogo no campo. Mesmo com 15 desfalques, entre suspensos e machucados, a Portuguesa dominou as ações no primeiro tempo, principalmente, sob o comando de Moisés e Luis Ricardo, que, atuando como atacante, teve a melhor chance do primeiro tempo, aos 44 minutos, que obrigou Jefferson a fazer grande defesa.

O Botafogo voltou para o segundo tempo sem o seu técnico. Oswaldo de Oliveira foi expulso ao entrar em campo no intervalo para reclamar da atuação do árbitro Alício Pena Júnior. Os jogadores já haviam feito mesmo, com Jefferson inclusive sendo punido com o cartão amarelo.

continua após publicidade

General abre o placar

A configuração do jogo não mudou. A Portuguesa continuou apostando em Luis Ricardo e o Botafogo seguia com dificuldade em realizar as jogadas. A primeira mudança efetiva aconteceu aos 19 minutos, quando Elias entrou no lugar de Lodeiro numa tentativa do Botafogo de aumentar seu poder de fogo.

continua após publicidade

Um minuto depois da mudança, o Botafogo achou o seu gol. Seedorf cobrou escanteio, Lauro não saiu e Bolívar ganhou de Rogério para cabecear e abrir o placar no Canindé, aos 20 minutos. A resposta da Portuguesa foi imediata. Jean Mota teve duas chances, mas Jefferson fez duas defesas, uma delas um milagre.

Na sequência, no entanto, o goleiro não conseguiu evitar o empate, em cabeçada de Luis Ricardo, aos 25, completando a cobrança de escanteio de Correa, vencendo a marcação de Gilberto. Um minuto depois, o Botafogo reagiu. O mesmo Gilberto cruzou da direita, Rafael Marques dominou e acertou um belo chute de direita para fazer 2 a 1.

O jogo melhorou e com ele o Botafogo. Seedorf fez grande jogada se livrando de dois marcadores e tocou para Elias, que enganou Correa e chutou cruzado para vencer Lauro e fazer 3 a 1, aos 32, selando a vitória e a liderança do Campeonato Brasileiro.

fonte: Por GLOBOESPORTE.COMSão Paulo